×
ContextoExato
Responsive image

Privatizar não é tabu na Europa, e a Itália prepara a reestatização da companhia aérea Alitalia

Privatizar não é tabu na Europa, e a Itália prepara a reestatização da companhia aérea AlitaliaFoto: Tribuna da Internet

Governo italiano acha muito importante reestatizar a empresa

Deu No Monitor Mercantil/tribuna Da Internet - 19/09/2020 - 09:44:33

Mistura de anarquistas e social-democratas, o governo italiano dá os passos finais para reestatizar a Alitalia, maior empresa de aviação do país, pertencente à Compagnia Aerea Italiana (51%) e à Etihad Airways (49%). Deste maio de 2017 a Alitalia está sob intervenção do governo, afetada por uma crise de liquidez que a levou à beira da falência.

Já foi aprovado aporte de 3 bilhões de euros para tornar a companhia novamente estatal.

IDEOLOGIA OBTUSA – A história revela um pouco da obtusa ideologia por trás das privatizações. O interesse dos acionistas – e nas últimas décadas mais ainda – raramente casa com as necessidades de uma nação.

Não basta ser privado para ser bom, nem tudo que é estatal é ruim. E vice-versa. Exemplos sobram. No Brasil, inúmeros. Para citar dois, Petrobras e Eletrobras – só não vê quem está cego pela ideologia ou se faz de ignorante pelo dinheiro.

CASO DA ALITÁLIA -A reestatização da Alitalia mostra que o interesse nacional não pode ficar restrito a uma planilha. Apesar de uma área um pouco menor que Goiás, a Itália sabe da importância estratégica de ter uma companhia aérea.

Na Finlândia, onde também os governos estão longe de ser socialistas, a manutenção da Finnair estatal é inquestionável. Mas o Brasil, quinto maior país em extensão territorial, acha integração nacional coisa de dinossauros e se contenta em ter uma companhia aérea cambaleante e uma seminacional, além de uma totalmente estrangeira.

Comentários para "Privatizar não é tabu na Europa, e a Itália prepara a reestatização da companhia aérea Alitalia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório