×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 04 de dezembro de 2021

Probabilidade de madeireiro ilegal ser punido no Brasil é baixa, revela estudo do Banco Mundial

Probabilidade de madeireiro ilegal ser punido no Brasil é baixa, revela estudo do Banco MundialFoto: ONU Brasil

Onu Brasil - 28/12/2019 - 10:42:11

A corrupção em cargos elevados e a falta da aplicação da lei florestal fomentam o mercado de extração ilegal de madeira no Brasil. Essa conclusão é detalhada no relatório do Banco Mundial “ Justiça para as Florestas: Melhoria dos Esforços da Justiça Criminal para Combater a Extração Ilegal de Madeira ” divulgado na última terça-feira (20/03).

De acordo com o estudo, que teve duração de quatro anos, a probabilidade de um madeireiro ilegal ser penalizado no Brasil e em outros três países (México, Indonésia e Filipinas) é menor que 0,08%. “Precisamos combater o crime organizado na extração ilegal, da mesma forma como vamos atrás de bandidos organizados que vendem drogas ou de organizações criminosas”, diz o gerente da equipe do Banco Mundial encarregada da Integridade dos Mercados Financeiros, Jean Pesme.


Além disso, o documento afirma haver uma “confusão jurisdicional” no Brasil. Conforme o estudo, atores responsáveis pela aplicação da legislação florestal, como juízes, guardas florestais e investigadores criminais, não cooperam entre si de forma correta. “Se cada uma dessas partes tivesse uma apreciação mais detalhada do papel dos outros jogadores, a cooperação, sem dúvida, melhoraria, ajudando a remover um dos principais obstáculos à condenação: falhas de comunicação entre as várias partes do sistema”, afirma o relatório.

O relatório cita casos de corrupção no Brasil envolvendo administradores locais e funcionários do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). “Operações gigantes de extração ilegal da madeira causaram um dano estimado em 500 milhões de dólares para a Floresta Amazônica”, diz o documento sobre um caso de 2010.

Apesar dos problemas, o relatório lembra, ao citar o papel de ONG’s no combate ao comércio ilegal de madeira, a bem sucedida parceria do Greenpeace com o IBAMA. Em 2000, durante uma inspeção de cinco dias, a organização e a agência brasileira apreenderam o maior volume de toras de mogno, orçado em sete milhões de dólares.

Clique aqui para baixar o estudo em inglês.

Comentários para "Probabilidade de madeireiro ilegal ser punido no Brasil é baixa, revela estudo do Banco Mundial":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Museu da República no Distrito Federal exibe três mostras simultaneamente

Museu da República no Distrito Federal exibe três mostras simultaneamente

Cecília Lima, Raíssa Studart e Cléber Cardoso Xavier apresentam trabalhos produzidos durante residência artística em Olhos D’Água

Natal no Cerrado une espírito festivo e meio ambiente

Natal no Cerrado une espírito festivo e meio ambiente

Ação de conscientização ambiental acontece, simultaneamente, nos parques ecológicos Sucupira e Riacho Fundo

Dezembro começa com eventos culturais on-line e presenciais no DF

Dezembro começa com eventos culturais on-line e presenciais no DF

Bruna Mendez atração do Festival

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia começa hoje em Brasília

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia começa hoje em Brasília

Evento tradicional desperta curiosidades e instiga saber científico

Trânsito é liberado aos domingos e feriados na W3 Sul a partir de 5 de dezembro

Trânsito é liberado aos domingos e feriados na W3 Sul a partir de 5 de dezembro

A avenida volta a ter circulação de veículos

Chargista visita escola militarizada que sofreu censura em mural sobre racismo

Chargista visita escola militarizada que sofreu censura em mural sobre racismo

Trabalho de estudantes para o Dia da Consciência Negra recebeu pressão de militares para ser retirado

Proximidades: Inscrições estarão abertas entre 1º de fevereiro e 16 de março

Proximidades: Inscrições estarão abertas entre 1º de fevereiro e 16 de março

Mostras serão exibidas em quatro Promotorias de Justiça

Natal no Cerrado celebra meio ambiente no Distrito Federal

Natal no Cerrado celebra meio ambiente no Distrito Federal

Ações de conscientização ambiental começam na sexta (3) nos parques ecológicos do Riacho Fundo e Sucupira, em Planaltina, e vão até 6 de janeiro

Agricultoras do DF ensinam a fazer árvore de Natal e arranjos

Agricultoras do DF ensinam a fazer árvore de Natal e arranjos

São duas oficinas para ensinar a produzir arranjos natalinos

O que abre e o que fecha nesta terça-feira, Dia do Evangélico

O que abre e o que fecha nesta terça-feira, Dia do Evangélico

Torre de TV estará aberta das 9h às 17h45

Hortos medicinais reúnem mais de 80 espécies de plantas no Distrito Federal

Hortos medicinais reúnem mais de 80 espécies de plantas no Distrito Federal

Meta é produzir medicamentos fitoterápicos para complementar diversos tratamentos de usuários da rede pública de saúde