×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de maio de 2022

Rayssa Leal conquista ouro e sobe pela primeira vez no pódio do X-Games

Rayssa Leal conquista ouro e sobe pela primeira vez no pódio do X-GamesFoto: Divulgação/Comitê Olímpico Brasileiro

Antes da medalha de Rayssa, o Brasil havia conquistado outras duas com Gui Khury, de 13 anos

Estadão Conteúdo - 24/04/2022 - 10:08:17

Rayssa Leal ampliou sua lista de conquistas ao receber, entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo (horário de Brasília), sua primeira medalha em uma disputa do X-Games. A skatista maranhense ficou com o ouro após vencer a final do skate street, em Chiba, no Japão, e estreou no pódio da tradicional competição de esportes radicais ocupando o posto mais alto.

Rayssa celebrou muito o resultado, levando as mãos ao rosto no momento em que a medalha foi colocada em seu pescoço, como mostra um vídeo publicado pelo Comitê Olímpico Brasileiro nas redes sociais. "Estou muito feliz de estar no Japão novamente e de vencer outra medalha. Acima de tudo, é muito bom estar com minhas amigas e minha família me apoiando. O Japão é definitivamente um lugar de sorte", afirmou a skatista, lembrando a medalha de prata conquistada nos Jogos de Tóquio.

A decisão do skate street teve a participação das também brasileiras Pamela Rosa e Gabriela Mazetto, sexta e sétima colocadas, respectivamente, na classificação final. A medalha de prata ficou com a japonesa Funa Nakayama, enquanto a australiana Chloe Covell levou o bronze para casa.

Na final do street masculino, o melhor colocado brasileiro foi Lucas Rabelo, dono da quarta colocação após uma disputa marcada por interrupções por causa da chuva. Kelvin Hoefler, por sua vez, ficou em sétimo. Horigome Yuto (ouro), Ikeda Daiki (prata) e Shirai Sorah (bronze) formaram um pódio 100% japonês.

Antes da medalha de Rayssa, o Brasil havia conquistado outras duas com Gui Khury, de 13 anos. Ele conquistou o bronze no skate vertical, disputa na qual se tornou o mais jovem a subir no pódio, e a prata no desafio da melhor manobra da categoria



Comentários para "Rayssa Leal conquista ouro e sobe pela primeira vez no pódio do X-Games":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Influenciadora digital compartilha a rotina de viver com a Doença de Crohn

Influenciadora digital compartilha a rotina de viver com a Doença de Crohn

Lorena fala que durante a adolescência se sentia isolada e até excluída, mas viu na internet um refúgio. Ela revela que demorou um tempo para falar sobre a doença e sua deficiência.

Especialista em finanças lança obra voltada a mulheres que querem independência financeira

Especialista em finanças lança obra voltada a mulheres que querem independência financeira

Para a escritora, a obra é necessária porque ajuda as mulheres a trilhar um caminho de mentalidade financeira abundante

No Dia das Mães, mulheres falam sobre adoção monoparental no Brasil

No Dia das Mães, mulheres falam sobre adoção monoparental no Brasil

A chamada adoção solo tem as mesmas regras do processo biparental

Mujeres Fuertes: Mães venezuelanas recebem apoio para conquistar autonomia no Brasil

Mujeres Fuertes: Mães venezuelanas recebem apoio para conquistar autonomia no Brasil

Conciliar família, trabalho e estudo é uma tarefa inevitável para mulheres mundo afora. Em Manaus, mães venezuelanas têm ganhado apoio em sua jornada

Bolsonaro sanciona Plano de Enfrentamento à Violência contra a Mulher

Bolsonaro sanciona Plano de Enfrentamento à Violência contra a Mulher

Lei integra a Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social

Filme recupera a luta feminista pós-ditadura

Filme recupera a luta feminista pós-ditadura

O filme dá ideia perfeita da trajetória e das dificuldades dessa luta.

Meninas melhoram desempenho em matemática e se igualam a meninos

Meninas melhoram desempenho em matemática e se igualam a meninos

É o que revela estudo feito pela Unesco

Banco Mundial e cidades brasileiras em parceria contra violência de gênero

Banco Mundial e cidades brasileiras em parceria contra violência de gênero

Em 2006, a lei brasileira Maria da Penha trouxe o reconhecimento e a responsabilização criminal da violência contra a mulher, mas ainda existem muitos desafios a serem superados

Mulheres negras são 65% das trabalhadoras domésticas no país

Mulheres negras são 65% das trabalhadoras domésticas no país

Maioria recebe menos que um salário mínimo e não tem carteira assinada

Professoras da USP criam projeto de mentoria para mulheres economistas

Professoras da USP criam projeto de mentoria para mulheres economistas

Objetivo é ajudar jovens profissionais a entrar no mercado de trabalho

Brasil garante título do Sul-Americano Feminino Sub-20

Brasil garante título do Sul-Americano Feminino Sub-20

Conquista garante vaga na Copa do Mundo da categoria