×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de janeiro de 2022

Saúde faz novo Dia D da vacinação contra a Covid-19 no Distrito Federal

Saúde faz novo Dia D da vacinação contra a Covid-19 no Distrito FederalFoto: Sandro Araújo/Agência Saúde-DF

Desta vez, serão disponibilizados 11 pontos de vacinação, sendo nove em UBSs e dois pontos populares: Rodoviária do Plano Piloto e Feira Central de Ceilândia

Agência Brasília* | Edição: Rosualdo Rodrigues - 26/11/2021 - 23:08:40

Unidades básicas, Rodoviária do Plano Piloto e Feira Central de Ceilândia recebem a ação deste sábado (27)

Com o objetivo de vacinar o maior número possível de pessoas contra a covid-19 e aumentar a cobertura vacinal, a Secretaria de Saúde fará uma nova ação neste sábado (27). Desta vez, serão disponibilizados 11 pontos de vacinação, sendo nove em unidades básicas de saúde e dois pontos populares: um na Rodoviária do Plano Piloto e outro na Feira Central de Ceilândia.

“A importância da vacinação não está só na proteção individual, ela evita a propagação em massa de doenças que podem levar à morte ou a sequelas graves”Paula Lawall, subsecretária de Atenção Integral à Saúde

“A população tem que desmistificar essa coisa de que a vacina é algo complexo, que ocorre somente em ambiente hospitalar. A vacina é uma coisa comum, popular e de acesso para todos”, explica o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero.

De acordo com ele, um ponto fixo está sendo construído na Rodoviária do Plano Piloto e deve ser inaugurado até o dia 10 de dezembro. Após a inauguração, o local deverá funcionar todos os dias e disponibilizar vacinas para todos os públicos.

Ação no sábado

Haverá aplicação de primeira e segunda dose, além da dose de reforço, em todos os pontos, com exceção da Rodoviária do Plano Piloto, que não aplicará a vacina Pfizer, por conta do imunizante necessitar de uma maior infraestrutura para melhor manuseio e preparação — tendo em vista que ela precisa ser diluída, diferentemente dos imunizantes Coronavac e AstraZeneca, que já chegam ao DF prontos para uso.

“O objetivo dessas ações é estimular a população que ainda não se vacinou a tomar a primeira dose e oportunizar para a população a segunda dose e a de reforço. Ou seja, iniciar quem ainda não começou e concluir o ciclo vacinal de quem falta”, destaca o coordenador de Atenção Primária à Saúde, José Eudes Barroso.

Os 11 pontos de vacinação funcionarão das 8h às 17h e a Rede Central de Frio estará disponível para reabastecer os pontos de acordo com a procura da população

“A vacinação é uma forma segura e eficaz de prevenir doenças e salvar vidas. Graças às vacinas foi possível erradicar a varíola do mundo e controlar doenças como a poliomielite, as sequelas da rubéola em recém-nascidos e surtos de febre amarela, por exemplo”, defende a subsecretária de Atenção Integral à Saúde, Paula Lawall.

Ela explica que “a importância da vacinação não está somente na proteção individual, ela evita a propagação em massa de doenças que podem levar à morte ou a sequelas graves, e o Brasil tem um programa nacional robusto de vacinação, destaque no mundo inteiro.”

Os 11 pontos de vacinação funcionarão das 8h às 17h e a Rede Central de Frio estará disponível para reabastecer os pontos de acordo com a procura da população.

Confira os pontos de vacinação:

Pontos de vacinação para primeira dose/ Artes: Agência Saúde-DF

Pontos de vacinação para segunda dose

Pontos de vacinação para dose de reforço

*Com informações da Secretária de Saúde do DF

Comentários para "Saúde faz novo Dia D da vacinação contra a Covid-19 no Distrito Federal":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
França aprova passaporte vacinal e Djokovic poderá ser barrado em Roland Garros

França aprova passaporte vacinal e Djokovic poderá ser barrado em Roland Garros

A lei foi aprovada no domingo pela Assembleia Nacional da França

Covid abalou democracia em mais da metade dos países da América Latina

Covid abalou democracia em mais da metade dos países da América Latina

A América Latina concentra um terço das mortes por covid no mundo

'O vírus da Covid-19 não é bobo', diz Ana Maria Malik, médica e gestora de saúde

'O vírus da Covid-19 não é bobo', diz Ana Maria Malik, médica e gestora de saúde

Alerta ainda que a chance de surgirem novas variantes seguirá alta enquanto a vacinação não ocorrer em todos os países.

Estudos científicos podem mostrar real impacto da flurona

Estudos científicos podem mostrar real impacto da flurona

'O cenário mais comum em que coinfecções trazem problemas é a infecção secundária: o paciente está se recuperando de um quadro infeccioso e tem um novo quadro causado por outro germe. Mais frequentemente acontece com vírus e em seguida quadros bacterianos ou quadros bacterianos seguidos de fungos. Não costuma haver maior gravidade por conta da segunda infecção”, diz o especialista.

Brasil recebe primeiro lote de vacinas contra Covid-19 para crianças

Brasil recebe primeiro lote de vacinas contra Covid-19 para crianças

Remessa chegou de madrugada ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas

Com predomínio da ômicron, Brasil tem maior taxa de transmissão desde março de 2021

Com predomínio da ômicron, Brasil tem maior taxa de transmissão desde março de 2021

Em Campo Grande, capital sul-mato-grossense, 93% dos leitos de UTIs da rede pública voltados para pacientes com covid-19 estão ocupados

Mais de 50% da população na Europa poderá ser infectada pela Ômicron nas próximas semanas

Mais de 50% da população na Europa poderá ser infectada pela Ômicron nas próximas semanas

A variante Ômicron está presente em quase todos os 53 países do bloco

Sistemas de saúde na Europa sofrem com propagação rápida da Ômicron

Sistemas de saúde na Europa sofrem com propagação rápida da Ômicron

Reino Unido põe companhias privadas em alerta máximo

Gripe e ômicron: Menos letais mas muito transmissíveis, surtos aumentam a ocupação hospitalar

Gripe e ômicron: Menos letais mas muito transmissíveis, surtos aumentam a ocupação hospitalar

Novos leitos estão sendo abertos em diversos estados para atender demanda por aumento de doenças respiratórias

Evolução da Ômicron provoca mudanças na programação de grandes eventos

Evolução da Ômicron provoca mudanças na programação de grandes eventos

Pandemia não acabou, e momento é de restrição, alertam especialistas

Para pesquisador da Fiocruz, carnaval com limite de pessoas não garante segurança sanitária

Para pesquisador da Fiocruz, carnaval com limite de pessoas não garante segurança sanitária

Carnaval de rua foi cancelado, mas Prefeitura do Rio liberou bailes fechados