×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de maio de 2022

Saúde mental: Quando procurar ajuda?

Saúde mental: Quando procurar ajuda?Foto: Agência Brasília

Rede pública de saúde oferece atendimento de acordo com a demanda do usuário

Agência Brasília * I Edição: Carolina Jardon - 16/01/2022 - 12:50:02

“Temos que ficar atentos quando o estado emocional passa a prejudicar e afetar as relações interpessoais, o trabalho, ou seja, traz prejuízo a atividades corriqueiras da vida em sociedade”diretora de Saúde Mental da Secretaria de Saúde, Vanessa Soublin

O adoecimento mental é multifatorial e o tratamento exige ações complexas e integradas. Os desafios apresentados no dia a dia do trabalho com usuários, familiares e comunidade demandam compromisso social e habilidades técnicas que vão além das consultas individuais.

A explicação é da diretora de Saúde Mental da Secretaria de Saúde, Vanessa Soublin. Por isso, no contexto da saúde pública, com frequência, há necessidade da abordagem multiprofissional e interdisciplinar com as equipes.

“Além disso, trabalhamos na lógica da articulação com a rede assistencial e demais políticas públicas, como educação, assistência social, segurança, justiça, entre outras, levando em consideração que o tema saúde mental abarca diversas áreas da vida”, pontua Vanessa.

Um dos principais alertas que a profissional faz é no sentido de identificar o momento de buscar ajuda. Já que vencer o preconceito que ainda existe sobre o assunto é um dos desafios a enfrentar e uma barreira para que as pessoas procurem atendimento.

Ela ressalta que momentos de tristeza, angústia e alterações no humor são inerentes à vida de qualquer pessoa. “A perda de um familiar, do emprego ou o término de um relacionamento, por exemplo, são situações comuns em nossas vidas que geram sofrimento mental e isso é esperado”, afirma.

Porém, ela acrescenta, “temos que ficar atentos quando o estado emocional passa a prejudicar e afetar as relações interpessoais, o trabalho, ou seja, traz prejuízo a atividades corriqueiras da vida em sociedade”, alerta Vanessa.

Leia também

Saúde mental deve ser debatida de forma permanente

UBS oferece cuidado multidisciplinar para a população

Na linha do que preceitua a Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde mental é um estado de bem-estar em que as pessoas têm disposição para realizar suas atividades.

A perceber que algo bloqueia ou traz prejuízos persistentes na vida cotidiana, sem disposição para tarefas; com sintomas de medo, tristeza, ansiedade, depressão, raiva, angústia; e desânimo e procrastinação passam a ser constantes e afetam as atividades da vida diária, a recomendação é a busca por ajuda profissional.

Familiares e amigos também precisam estar atentos a pessoas com sofrimento mental. Alterações de humor, de sono e de apetite são indicadores importantes. Pedidos de ajuda devem ser respeitados e levados em consideração, o cuidado precisa ser ofertado antes do agravamento da situação.

* Com informações da Secretaria de Saúde

Comentários para "Saúde mental: Quando procurar ajuda?":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Como a otorrinolaringologia pode influenciar a qualidade do sono?

Como a otorrinolaringologia pode influenciar a qualidade do sono?

De acordo com estudos realizados pela Universidade Carlos III, na Espanha, a grande maioria dos infartos acontecem entre 3h e 11h da manhã, períodos mais graves que os demais em horários diferentes

Dermatologista especialista em cabelos explica como tratar a calvície feminina

Dermatologista especialista em cabelos explica como tratar a calvície feminina

Dra. Ana Carulina é especialista em procedimentos e tratamentos estéticos (fac iais e corporais ) no Rio de Janeiro

Cinco coisas que você precisa saber sobre maternidade

Cinco coisas que você precisa saber sobre maternidade

Mulher segura criança em Vijaynagar, na Índia.

Estudo alerta sobre uso de chás e fórmulas para emagrecer

Estudo alerta sobre uso de chás e fórmulas para emagrecer

Riscos do uso de soluções, fórmulas e chás de emagrecimento

Crianças e adolescentes também correm o risco de ter varizes

Crianças e adolescentes também correm o risco de ter varizes

Estudos populacionais têm demonstrado um aumento na incidência de varizes que acometem aproximadamente de 10 a 15% dos jovens que cursam o ensino médio

Metade dos recrutadores temem por Burnout de profissionais

Metade dos recrutadores temem por Burnout de profissionais

Mindfulness é alternativa para lidar com o transtorno

Bem Viver na TV: O que é a Síndrome de Burnout?

Bem Viver na TV: O que é a Síndrome de Burnout?

Uma produção do Brasil de Fato dedicada a agroecologia, meio ambiente, alimentação saudável, saúde e cultura

Atenção Primária à Saúde: Prioridade Global e urgência nacional

Atenção Primária à Saúde: Prioridade Global e urgência nacional

Kipp Saúde, empresa do grupo Omint com modelo de APS em planos individuais prioriza o atendimento perene ao paciente com médico 24hs e enfermeira de família

Especialistas recomendam tatuagem em terapia pós-trauma

Especialistas recomendam tatuagem em terapia pós-trauma

Nos últimos anos, o tema da modificação corporal por meio de tatuagens vem despertando interesse acadêmico em todo o mundo

Sua pele é sensível? Confira dicas sobre cuidados especiais para esse tipo de pele

Sua pele é sensível? Confira dicas sobre cuidados especiais para esse tipo de pele

No Mês da Conscientização sobre a Pele Sensível, Cetaphil esclarece qual a rotina de skincare ideal para este tipo de pele e dá dicas sobre os cuidados especiais

Documentário sobre porfiria traz realidade de quem convive com doença rara

Documentário sobre porfiria traz realidade de quem convive com doença rara

Mês de Conscientização da Porfiria