×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 04 de dezembro de 2021

Unesco premia Brasil e Moçambique em projetos para educação de mulheres

Unesco premia Brasil e Moçambique em projetos para educação de mulheresFoto: Unicef Georgia

Cada um dos premiados receberá US$ 50 mil para ajudar a continuar seu trabalho no avanço da educação de mulheres e meninas

Agência Onu News De Noticias - 23/10/2021 - 18:10:50

Projeto brasileiro de capacitação em tecnologia já beneficiou 10 mil jovens; iniciativa moçambicana promove mentoria de 5 mil mulheres; agência da ONU premia com US$ 50 mil para permitir a continuação de avanços na educação de mulheres e meninas.

Os vencedores do prêmio da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, para Educação de Mulheres e Meninas foram projetos de países lusófonos.

O Brasil ganhou com uma iniciativa para capacitar mulheres de baixa renda em tecnologia e diminuir a diferença de gênero no setor. Já Moçambique levou a premiação com projeto para empoderar jovens do país formando uma rede de apoio feminina.

Reprograma, vencedor brasileiro, está trabalhando para diminuir a lacuna entre homens e mulheres nas vagas de emprego em tecnologia

Unsplash/Markus Spiske

Reprograma, vencedor brasileiro, está trabalhando para diminuir a lacuna entre homens e mulheres nas vagas de emprego em tecnologia

Brasil

O Reprograma, vencedor brasileiro, está trabalhando para diminuir a lacuna entre homens e mulheres nas vagas de emprego em tecnologia.

O programa oferece treinamentos em programação e outras habilidades digitais, além de trabalhar a confiança feminina para que elas possam ser ouvidas no meio, tradicionalmente dominado por homens.

A iniciativa já alcançou mais de 10 mil mulheres e meninas em 18 semanas de cursos presenciais e online, com treinamentos intensivos e eventos técnicos.

A Girl Move Academy busca levar mentoria a adolescentes moçambicanas

Uneca/Abel Akara Ticha

A Girl Move Academy busca levar mentoria a adolescentes moçambicanas

Moçambique

A Girl Move Academy busca levar mentoria a adolescentes moçambicanas, facilitando o acesso à educação, por meio de histórias, círculos de irmandade e um modelo único de apoio intergeracional.

O projeto enfatiza a liderança e usa as redes sociais para abordar como as normas e os estereótipos de gênero são prejudiciais e impedem mulheres e meninas de atingirem todo o seu potencial.

Reconhecido tanto por seu modelo inovador, quanto pela rápida adaptação à pandemia de Covid-19, através da utilização de tecnologias de baixo custo, o projeto está sendo ampliado por meio de parcerias com universidades nacionais e outras organizações locais.

Até agora, incentivou mais de 5 mil meninas a participar ativamente da educação e da sociedade.

Novas metas incluem aumentar as oportunidades econômicas para mulheres e meninas

ONU Mulheres Cabo Verde

Novas metas incluem aumentar as oportunidades econômicas para mulheres e meninas

Prêmio

As vencedoras foram selecionadas pelo diretor-geral da Unesco, por recomendação de um júri internacional, entre mais de 70 indicações apresentadas pelos Estados-membros da agência e outras organizações não governamentais

Cada um dos premiados receberá US$ 50 mil para ajudar a continuar seu trabalho no avanço da educação de mulheres e meninas.

Criado em 2015 pelo Conselho Executivo da Unesco e financiado pelo Governo da China, o prêmio contribui diretamente para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em educação e à igualdade de gênero.

Comentários para "Unesco premia Brasil e Moçambique em projetos para educação de mulheres":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Quarteto feminino bate recorde mundial de natação master na prova do revezamento

Quarteto feminino bate recorde mundial de natação master na prova do revezamento

Time verde e amarelo cravou 8min42s32 no revezamento 4x200 livre

Peng Shuai: China mostra irritação com suspensão de torneios de tênis

Peng Shuai: China mostra irritação com suspensão de torneios de tênis

Relações Exteriores diz ser contra politização do esporte

Justiça do DF condena dono de empresa que cometeu assédio contra funcionária

Justiça do DF condena dono de empresa que cometeu assédio contra funcionária

A defesa do réu argumentou que ele deveria ser absolvido pois não haviam provas para incriminá-lo.

Ações para eliminar violência de gênero reúne atletas e casos reais

Ações para eliminar violência de gênero reúne atletas e casos reais

Uma em cada três mulheres com 15 anos ou mais, cerca de 736 milhões, é submetida algum tipo de violência durante a vida

Ação de agências da ONU pretende empoderar refugiadas venezuelanas

Ação de agências da ONU pretende empoderar refugiadas venezuelanas

Programa ocorre em Roraima e vai até dezembro de 2023

Carta aberta à Miraildes: Uma das maiores jogadoras que o Brasil já viu em campo

Carta aberta à Miraildes: Uma das maiores jogadoras que o Brasil já viu em campo

Miraildes, jogadora de futebol, mais conhecida como Formiga.

Judô: Beatriz Souza fica com o ouro no Grand Slam de Abu Dhabi

Judô: Beatriz Souza fica com o ouro no Grand Slam de Abu Dhabi

Brasileira bate francesa campeã europeia júnior e vai ao topo do pódio

Ketleyn Quadros fica com o bronze no Grand Slam de Abu Dhabi

Ketleyn Quadros fica com o bronze no Grand Slam de Abu Dhabi

Atleta bateu a tcheca Renat Zachova e foi ao pódio nos Emirados Árabes

Professor que perguntou se aluna vai levar lubrificante 'quando for estuprada' é demitido no PA

Professor que perguntou se aluna vai levar lubrificante 'quando for estuprada' é demitido no PA

Movimentos que atuam na defesa dos direitos das mulheres realizaram atos de repúdio, cobrando punição do agressor

Congresso é iluminado de laranja pelo fim da violência contra a mulher

Congresso é iluminado de laranja pelo fim da violência contra a mulher

Campanha 16 dias de ativismo começou nesta quinta-feira

Patrícia Vanzolin: 'Eleição da OAB foi uma quebra de paradigmas'

Patrícia Vanzolin: 'Eleição da OAB foi uma quebra de paradigmas'

Patrícia considera que sua vitória é também do gênero.