×
ContextoExato

Vai viajar e não tem onde deixar o cachorro?

Vai viajar e não tem onde deixar o cachorro?Foto: Reprodução

Plataforma conecta donos de cachorro a anfitriões e passeadores que podem manter a rotina, com cuidado, afeto e segurança

Jornal Destak - 21/07/2019 - 11:27:50

Na hora das férias, preocupação é a última coisa que se quer, não é verdade? Porém, muitas vezes, donos de cachorro sofrem ao programar um passeio sem saber com quem deixar os seus pets.

Uma saída pode estar na tecnologia. A DogHero, por exemplo, é um aplicativo que conecta quem tem cachorro a uma rede de passeadores e anfitriões que hospedam em casa. Uma espécie de Airbnb para cachorros.

A startup reúne mais de 18 mil anfitriões em cerca de 750 cidades no Brasil, na Argentina e no México. Todos eles são instruídos para manter a rotina de passeios, alimentação, medicação e hábitos dos seus hóspedes.

"O que temos no mercado hoje são hoteizinhos que oferecem serviços com preço elevado e impessoais, onde, na maioria das vezes, o cãozinho fica acomodado em gaiolas ou canis, com pouco conforto e carinho. Com os nossos anfitriões, o cão fica hospedado com alguém apaixonado por cachorros e tem a rotina de amor e cuidados mantida como em casa", explica Eduardo Baer, cofundador e CEO da DogHero. Por noite, os anfitriões cobram, em média, entre R$ 30 e R$ 70, valor até 60% mais baixo que hotéis especializados.

Interessado no serviço? Basta entrar no site ou baixar o aplicativo (disponível para Android e IOS), procurar um dos cuidadores que melhor se encaixa no perfil do seu dog e combinar a data. Assim como acontece com o Airbnb, todas as hospedagens são avaliadas pelos clientes e os depoimentos ficam publicados na íntegra na página de cada anfitrião, sem edição.

É possível marcar um pré-encontro para explicar melhor a rotina do cachorro e, depois, a reserva é feita diretamente pela plataforma, assim como o pagamento, que pode ser feito com cartão de crédito ou boleto. No dia da hospedagem, os donos podem levar o que o cãozinho vai consumir de alimentação na estadia, além dos objetos e brinquedos, para que ele se sinta em casa. Na ocasião, também podem repassar em detalhes a rotina do cachorro. Entre outras vantagens está a possibilidade de ter notícias – seja por fotos ou vídeos - do seu companheiro todos os dias por meio de WhatsApp ou outras redes sociais. Além disso, há uma garantia veterinária: caso o cãozinho fique doente, a DogHero cobre despesas com veterinário, exames e medicamentos durante a estadia (até R$ 5 mil).


Quer receber ou passear com cachorrinhos?
Para se tornar anfitrião na plataforma DogHero é preciso cumprir requisitos de segurança da residência e realizar testes de conhecimentos sobre cachorros. Apenas 20% dos candidatos são aprovados no processo seletivo. Além de responderem a um formulário online, a empresa pede fotos dos ambientes da casa, para ter certeza de que o cão estará seguro e bem cuidado.
Além disso, após a aprovação, o app disponibiliza cursos online. Os anfitriões assistem às aulas e realizam provas para aprimorar os conhecimentos sobre os cuidados com os cães.

Qualquer pessoa com mais de 18 anos, que seja apaixonado por cachorro e more em alguma das cidades em que o serviço de passeios é oferecido pode se candidatar a passeador. O serviço está disponível nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Osasco, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. É necessário fazer um cadastro na plataforma, participar de um curso online e fazer um teste técnico.

Comentários para "Vai viajar e não tem onde deixar o cachorro?":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
...