×
ContextoExato
Responsive image

Assembleia Geral da ONU se reúne em memória das vítimas do Holocausto

Assembleia Geral da ONU se reúne em memória das vítimas do HolocaustoFoto: ONU/Loey Felipe

O secretário-geral da ONU, António Guterres, discursará na cerimônia assim como o presidente da Assembleia Geral, Tijjani Muhammad-Bande.

Onu News - 27/01/2020 - 11:35:46

Cerimônia marca 75 anos da liberação do campo de Auschwitz-Birkenau e destaca educação e memória para justiça global; este ano, organizadores lembram que ação coletiva contra o antissemitismo e outras formas de preconceito é importante para assegurar o respeito pela dignidade e direitos humanos de todos.

Nesta segunda-feira, os países-membros das Nações Unidas se reúnem para marcar os 75 anos da liberação do maior campo de extermínio da Segunda Guerra Mundial, o campo de Auschwitz-Birkenau, na Polônia.

Participam do evento, sobreviventes do Holocausto, representantes dos povos Roma e Sinti, do Museu do Holocausto e do Escritório das Nações Unidas sobre Prevenção do Genocídio e Responsabilidade de Proteger.

Humanidade

O secretário-geral da ONU, António Guterres, discursará na cerimônia assim como o presidente da Assembleia Geral, Tijjani Muhammad-Bande. Os embaixadores da Alemanha, Cristoph Heusgen, e o de Israel, Danny Danon,

Numa mensagem de vídeo sobre a data, António Guterres, afirmou que a humanidade prometeu jamais esquecer o Holocausto, o assassinato sistemático de 6 milhões de judeus além de minorias e dissidentes.

Guterres disse que o mundo prometeu contar a história das vítimas de um dos crimes mais hediondos da História e honrá-las ao defender o direito de cada um de viver com dignidade num mundo justo e pacífico.

ONU/ Evan Schneider

O campo de concentração de Auschwitz tornou-se símbolo do terror , genocídio e Holocausto.

Verdade

O secretário-geral lembra que mesmo 75 anos após a liberação de Auschwitz, o antissemitismo e o ódio ressurgem em retóricas inflamadas tentando diminuir o Holocausto, negando ou subestimando a responsabilidade de seus autores.

Para Guterres, o mundo honra as vítimas do Holocausto quando busca a verdade, a educação e quando consolida a paz e a justiça no mundo.

A cerimônia na Assembleia Geral será dirigida pela subsecretária-geral do Departamento de Comunicação Global, Melissa Fleming.

Ainda na segunda-feira, será aberta no lobby de visitantes a exposição “Vendo Auschwitz”. A experiência de refugiados judeus nas Filipinas será o tema de uma mesa redonda na tarde de terça-feira, em Nova Iorque.

No resto do mundo, a organização realiza uma série de eventos em comunidades judaicas incluindo exibições de fotos e debates.

Comentários para "Assembleia Geral da ONU se reúne em memória das vítimas do Holocausto":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório