×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 04 de dezembro de 2021

Filho suspeito de envolvimento na morte da mãe no DF é solto em audiência de custódia

Filho suspeito de envolvimento na morte da mãe no DF é solto em audiência de custódiaFoto: Por Afonso Ferreira, G1 DF

Jovem, de 21 anos, teria ajudado tio a enterrar corpo da vítima. Cabeleireira Sandra Maria Sousa Moraes, de 39 anos, foi encontrada morta na segunda (25).

Tv Globo/ Reprodução - 27/11/2019 - 18:18:51

O jovem de 21 anos preso em flagrante por envolvimento na morte da mãe, a cabeleireira Sandra Maria Sousa Moraes, de 39 anos, foi solto na manhã desta quarta-feira (27), após passar por audiência de custódia em Brasília.

Brendo Sousa teria ajudado o tio, Danilo Gomes, a enterrar o corpo da vítima, que foi encontrado na última segunda-feira (25) ( entenda abaixo ). Danilo é irmão da cabeleireira e o principal suspeito do assassinato. Ele ainda está foragido.

O filho da vítima recebeu liberdade provisória sem pagamento de fiança e terá que cumprir medidas cautelares. Segundo a decisão assinada pela juíza Lorena Alves Ocampos, ele deve permanecer solto até que haja eventual condenação.

"O delito de ocultação de cadáver possui uma pena máxima não superior a quatro anos, o agente não possui condenação definitiva em crime doloso, não se trata de garantir a aplicação de medida protetiva de urgência e o agente foi devidamente identificado civilmente", disse a magistrada.

Entre as medidas cautelares determinadas pela magistrada estão:

  • Não mudar de endereço
  • Manter atualizados os dados pessoais
  • Permanecer no DF
  • Comprovar endereço
  • Comparecer mensalmente à Justiça para justificar as atividades

O caso é investigado pela 38ª Delegacia de Polícia, em Vicente Pires. Segundo o delegado Yuri Pereira Fernandes, não há dúvidas de que a morte de Sandra Moraes é o 32º caso de feminicídio registrado no Distrito Federal em 2019.

"É feminicídio, não temos dúvidas. Foi o irmão dela. Houve uma relação de afinidade entre autor e vítima."

Sandra Moraes estava desparecida desde a noite de sábado (23). O corpo da vítima foi encontrado em um terreno próximo ao assentamento 26 de Setembro. Ela foi estrangulada.

A cabeleireira morava em Vicente Pires com a filha, de 22 anos. O filho suspeito de participação no crime não vivia no local.

Em depoimento à polícia, a filha de Sandra disse que, no sábado, o irmão da vítima foi até a casa onde ela morava. Em seguida, os dois teriam saído do local juntos.

Segundo a jovem, algumas horas depois, o tio voltou à casa sozinho. Ele teria contado para ela que a mãe estava morta e usado uma faca para tentar violentá-la sexualmente. Além disso, a jovem afirma que o tio a mandou ficar calada e não dizer nada para ninguém.

Na segunda, a filha da vítima procurou a polícia e contou que a mãe estava desaparecida e da suspeita de que o tio tinha envolvimento com o caso. Ela também disse acreditar que o irmão havia participado do crime, já que ele e a mãe tinham uma relação conturbada.

Os policiais então conseguiram encontrar o jovem, que confessou ter ajudado o tio. Foi ele quem levou os investigadores até o local onde o corpo foi encontrado. A polícia ainda não sabe se o filho participou no assassinato da mãe ou se apenas ajudou o tio a esconder o corpo.

O irmão de Sandra, Danilo Gomes, já era foragido da Justiça. Ele fugiu de um presídio no Maranhão, em 2011, onde cumpria pena por outro assassinato.

O G1 acompanha os casos de feminicídio registrados no DF neste ano. Acompanhe a cobertura abaixo.

FEMINICÍDIOS NO DF EM 2019

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

Comentários para "Filho suspeito de envolvimento na morte da mãe no DF é solto em audiência de custódia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Quarteto feminino bate recorde mundial de natação master na prova do revezamento

Quarteto feminino bate recorde mundial de natação master na prova do revezamento

Time verde e amarelo cravou 8min42s32 no revezamento 4x200 livre

Peng Shuai: China mostra irritação com suspensão de torneios de tênis

Peng Shuai: China mostra irritação com suspensão de torneios de tênis

Relações Exteriores diz ser contra politização do esporte

Justiça do DF condena dono de empresa que cometeu assédio contra funcionária

Justiça do DF condena dono de empresa que cometeu assédio contra funcionária

A defesa do réu argumentou que ele deveria ser absolvido pois não haviam provas para incriminá-lo.

Ações para eliminar violência de gênero reúne atletas e casos reais

Ações para eliminar violência de gênero reúne atletas e casos reais

Uma em cada três mulheres com 15 anos ou mais, cerca de 736 milhões, é submetida algum tipo de violência durante a vida

Ação de agências da ONU pretende empoderar refugiadas venezuelanas

Ação de agências da ONU pretende empoderar refugiadas venezuelanas

Programa ocorre em Roraima e vai até dezembro de 2023

Carta aberta à Miraildes: Uma das maiores jogadoras que o Brasil já viu em campo

Carta aberta à Miraildes: Uma das maiores jogadoras que o Brasil já viu em campo

Miraildes, jogadora de futebol, mais conhecida como Formiga.

Judô: Beatriz Souza fica com o ouro no Grand Slam de Abu Dhabi

Judô: Beatriz Souza fica com o ouro no Grand Slam de Abu Dhabi

Brasileira bate francesa campeã europeia júnior e vai ao topo do pódio

Ketleyn Quadros fica com o bronze no Grand Slam de Abu Dhabi

Ketleyn Quadros fica com o bronze no Grand Slam de Abu Dhabi

Atleta bateu a tcheca Renat Zachova e foi ao pódio nos Emirados Árabes

Professor que perguntou se aluna vai levar lubrificante 'quando for estuprada' é demitido no PA

Professor que perguntou se aluna vai levar lubrificante 'quando for estuprada' é demitido no PA

Movimentos que atuam na defesa dos direitos das mulheres realizaram atos de repúdio, cobrando punição do agressor

Congresso é iluminado de laranja pelo fim da violência contra a mulher

Congresso é iluminado de laranja pelo fim da violência contra a mulher

Campanha 16 dias de ativismo começou nesta quinta-feira

Patrícia Vanzolin: 'Eleição da OAB foi uma quebra de paradigmas'

Patrícia Vanzolin: 'Eleição da OAB foi uma quebra de paradigmas'

Patrícia considera que sua vitória é também do gênero.