×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de janeiro de 2022

Liderança indígena do povo Uru-eu-wau-wau é assassinada em Rondônia

Liderança indígena do povo Uru-eu-wau-wau é assassinada em RondôniaFoto: Funai

Operação coordenada pela Funai em 2019 destrói cabana de invasores na TI. Segundo o órgão,

Brasil De Fato | São Paulo (sp) - 19/04/2020 - 08:12:00

Ari Uru-eu-wau-wau atuava como vigilante do território no município de Jaru e vinha sendo ameaçado, segundo Apib.

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) divulgou no final da tarde deste sábado (18) o assassinato do indígena Ari Uru-eu-wau-wau, no município de Jaru, em Rondônia. Esse povo é um dos nove – dos quais quatro permanecem isolados – que habitam a Terra Indígena Uru-Eu-Wau-Wau.

Segundo a nota da Apib, ele integrava o grupo de vigilantes e protetores do território do seu povo e estava ameaçado pelos criminosos responsáveis pelas invasões e devastações na região. Ainda não há informações sobre as circunstâncias e a autoria do crime.

::Maior reserva de indígenas isolados do mundo pede ajuda contra o coronavírus::

A Apib destaca que o crime ocorre em um momento delicado para os povos indígenas, em que se busca "intensificar ações de proteção" por conta do risco de contaminação em meio à pandemia do coronavírus no Brasil.

"Não estamos expostos apenas ao coronavírus, os crimes cometidos por madeireiros, garimpeiros e grileiros seguem intensos violando nossos direitos e destruindo nossa natureza."

Desmatamento e invasões

De acordo com um levantamento do Instituto Socioambiental (ISA), em 2019, a área dos Uru-Eu-Wau-Wau esteve entre os 13 territórios que respondem por 90% do desmatamento em terras indígenas na Amazônia brasileira.

O ISA compilou dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) para estimar que as derrubadas cresceram 113% em território indígena em relação a 2018.

Matança

::ONG lança plataforma on-line com dados sobre covid-19 entre indígenas::

Ari Uru-eu-wau-wau foi o segundo indígena morto violentamente em menos de 20 dias. O militante indígena Zezico Rodrigues, do povo Guajajara, foi morto com um tiro de espingarda, no dia 31 de março, no município de Arame, no Maranhão.

Diretor do Centro de Educação Indígena Azuru, Zezico foi o quinto indígena assassinado no Maranhão em pouco mais de quatro meses. Somente a terra indígena Arariboia, à qual pertencia Zezico, já contabilizava o assassinato do líder Paulino Guajajara, morto por conflitos de terra em novembro de 2019.

::Massacrados e criminalizados, guajajara fazem denúncias a frente parlamentar::

Edição: Rodrigo Chagas

Comentários para "Liderança indígena do povo Uru-eu-wau-wau é assassinada em Rondônia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Orquestra formada por músicos com doenças mentais luta contra estigmas

Orquestra formada por músicos com doenças mentais luta contra estigmas

Quase cem dos músicos regionais farão um concerto intitulado Stigma-Free at Symphony Hall (algo como Sem Estigma no Symphony Hall), às 15h deste domingo, no horário local, no Boston Symphony Hall.

TJSP mantém condenação de dois homens por racismo e injúria contra Maju Coutinho

TJSP mantém condenação de dois homens por racismo e injúria contra Maju Coutinho

Depois, ainda segundo a Promotoria, os réus se reuniam para derrubar páginas do Facebook de pessoas consideradas por eles 'inimigas'

Entenda como o preconceito impede o desenvolvimento das empresas

Entenda como o preconceito impede o desenvolvimento das empresas

Empresas que promovem a diversidade e inclusão se destacam no mercado

"Somos todos seres humanos incompletos e imperfeitos", diz escritor LGBT

Saulo Sisnando levanta a bandeira de que o amor é único e universal

Vacinação infantil: Cada segundo conta, toda vida importa

Vacinação infantil: Cada segundo conta, toda vida importa

Para Bolsonaro e Queiroga, tem mais valor a opinião de leigos do que o conhecimento da Anvisa e de sociedades científicas do mundo inteiro.

Minas Gerais implementa carteira de identidade do autista

Minas Gerais implementa carteira de identidade do autista

Estado usa assinatura eletrônica Gov.br para emissão do documento

União do mesmo gênero cresce e fica mais jovem

União do mesmo gênero cresce e fica mais jovem

A maior aceitação das famílias aos LGBTI+, embora o preconceito ainda seja um problema grave, também está por trás do rejuvenescimento dos noivos

A luta antirracista de Aranha: De goleiro chamado de macaco a escritor

A luta antirracista de Aranha: De goleiro chamado de macaco a escritor

A palavra ganhou um sentido ainda mais potente e atual no livro

Vídeo: Desigualdade em vacinas pelo mundo atrasa fim da pandemia

Vídeo: Desigualdade em vacinas pelo mundo atrasa fim da pandemia

Nações Unidas chamam atenção para desigualdade na distribuição das doses da vacina.

'A economia prateada já move R$ 1,6 trilhão por ano'

'A economia prateada já move R$ 1,6 trilhão por ano'

Apesar do crescimento, essa população não tem sido atendida de forma satisfatória, diz o diretor-superintendente do Sebrae-SP, Wilson Poit.

Operação foca em rede de extremistas que cultua racismo e homofobia

Operação foca em rede de extremistas que cultua racismo e homofobia

Os investigadores dizem ter identificado, a partir da quebra de sigilo de dados e telefônicos autorizados pela Justiça, grupos que "se autodeclaram nazistas e ultranacionalistas, associados para praticar e incitar atos criminosos".