×
ContextoExato

Medida provisória institui pensão vitalícia para crianças com microcefalia provocada pelo vírus Zika

Medida provisória institui pensão vitalícia para crianças com microcefalia provocada pelo vírus ZikaFoto: Extra

A primeira-dama Michelle Bolsonaro, que participou da solenidade, apontou que, com a MP, os pais de crianças com microcefalia pelo vírus da Zika poderão trabalhar, sem perder o BPC, mesmo se a renda familiar superar o limite estabelecido para ter direito ao benefício.

Correio Braziliense - 07/09/2019 - 08:46:47

O presidente Jair Bolsonaro assinou medida provisória que institui pensão especial vitalícia para crianças com microcefalia provocada pelo vírus Zika, nascidas entre 2015 e 2018, de famílias que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). O valor da pensão é de um salário mínimo.


Durante evento em que anunciou a decisão, o presidente afirmou, em tom duro, que, caso a MP seja alterada pelo Congresso, vetará os trechos modificados.


“Eu peço aos deputados e senadores que não alterem essa MP. Não façam demagogia, já que não tiveram competência ou caráter para fazer melhor em governos anteriores. Caso contrário, serei obrigado a vetar essa medida, porque não posso incorrer em crime de responsabilidade e me submeter a um processo de impedimento”, disse Bolsonaro.


A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), explicou que a preocupação do presidente é com a possibilidade de os parlamentares não descaracterizem a MP aumentando o benefício, tendo em vista a escassez de recursos orçamentários.


Regra

A primeira-dama Michelle Bolsonaro, que também participou da solenidade, apontou que, com a MP, os pais de crianças com microcefalia pelo vírus da Zika poderão trabalhar, sem perder o BPC, mesmo se a renda familiar superar o limite estabelecido para ter direito ao benefício.


“Em abril, acompanhei o ministro Osmar Terra (Cidadania) em viagem à Paraíba, onde ouvimos relatos de muitas mães com medo de perder o BPC caso conseguissem outra fonte de renda. Agora, mães e pais poderão trabalhar sem receio de perder o benefício”, detalhou.


Segundo o governo, 3.112 crianças com microcefalia nascidas no período abrangido pela MP recebem o BPC.


A pensão especial deverá ser requerida ao Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) e será concedida após realização de perícia médica que confirme a relação entre a microcefalia e o vírus Zika.

Comentários para "Medida provisória institui pensão vitalícia para crianças com microcefalia provocada pelo vírus Zika":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
...