×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de setembro de 2021

O objetivo dos atos de 7 de setembro é invadir o Congresso e o STF, aponta o Estado de S. PauloFoto: Reprodução Twitter

O objetivo dos atos de 7 de setembro é invadir o Congresso e o STF, aponta o Estado de S. Paulo

Tentativa de golpe miliciano em apoio ao caos bolsonarista já está clara

Portal Brasil 247 - 24/08/2021 - 08:19:06

"Como os próprios organizadores têm alertado, o objetivo das manifestações bolsonaristas previstas para o dia 7 de setembro não é manifestar apoio ao presidente Jair Bolsonaro. A convocação não é para expressar determinada posição política – defender, por exemplo, a aprovação da reforma administrativa ou do novo Imposto de Renda –, e sim para invadir o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso", aponta o editorial do jornal Estado de S. Paulo, desta terça-feira.

"Em nenhum país civilizado, esse tipo de convocação é considerado 'manifestação de pensamento' ou 'expressão de opinião política'. Trata-se não apenas de incitação à violência contra as instituições – o que já configura crime –, mas de convocação para o golpe. Os organizadores estão dizendo abertamente que querem fechar o Supremo e o Congresso, entregando-os às Forças Armadas", aponta ainda o editorialista.

"As ameaças são gravíssimas pelo mero fato de terem sido feitas, e reclamam a atuação das autoridades correspondentes. Não se pode assistir passivamente à organização de uma manifestação cujo objetivo é invadir o Supremo e o Congresso, para 'entregá-los às Forças Armadas'. A agravar a situação, o presidente Jair Bolsonaro em nenhum momento desautorizou a convocação golpista. Ao contrário, tem fomentado a adesão popular aos atos bolsonaristas de 7 de setembro", prossegue.

"Perante esse quadro, não basta a existência de um inquérito no STF para investigar organizações criminosas de ataque à democracia. É urgente que o Congresso reaja e que o Ministério Público acione a Justiça, de forma a impedir a ação criminosa contra as instituições. Impõe-se o realismo. Depois de tudo o que já foi divulgado, eventual tentativa de golpe no dia 7 de setembro não será nenhuma surpresa. Será a estrita realização das táticas e objetivos anunciados, repetidas vezes, por bolsonaristas", finaliza.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais


Comentários para "O objetivo dos atos de 7 de setembro é invadir o Congresso e o STF, aponta o Estado de S. Paulo":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Lei da Improbidade deve ser aprovada e passar a ser chamada de Lei da Impunidade

Lei da Improbidade deve ser aprovada e passar a ser chamada de Lei da Impunidade

O relator Weverton Rocha é processado por improbidade

Presidente do STF, Luiz Fux marca para 25 e 26 de outubro a audiência pública sobre o juiz de garantias

Presidente do STF, Luiz Fux marca para 25 e 26 de outubro a audiência pública sobre o juiz de garantias

A audiência pública será transmitida pela TV Justiça e pela Rádio Justiça

MP aponta Carlos Bolsonaro como ‘beneficiário final’ de ‘organização criminosa’

MP aponta Carlos Bolsonaro como ‘beneficiário final’ de ‘organização criminosa’

Seis famílias são suspeitas de operar rachadinha

Autuadas por corrupção passiva no Hran deverão cumprir medidas cautelares

Autuadas por corrupção passiva no Hran deverão cumprir medidas cautelares

O inquérito policial será encaminhado para a Vara Criminal de Águas Claras, competente para processar e julgar o feito.

Barroso proíbe missões religiosas em terras indígenas na pandemia

Barroso proíbe missões religiosas em terras indígenas na pandemia

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), proibiu missões religiosas em terras indígenas de povos isolados durante a pandemia.

MPF quer que STJ analise denúncia contra procurador por vazar dados da Greenfield

MPF quer que STJ analise denúncia contra procurador por vazar dados da Greenfield

O MPF também acusa a Corte Especial do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região de promover um 'verdadeiro e ilegal rejulgamento' do caso ao anular a decisão que havia aceitado a denúncia.

Alexandre suspende reintegração de posse contra 800 famílias em São Paulo

Alexandre suspende reintegração de posse contra 800 famílias em São Paulo

A ação aponta que não foram tomadas as medidas necessárias para realocar as famílias em condições adequadas, conforme decidido pelo STF, sobretudo em relação ao isolamento social.

O preço começa a ser pago por Bolsonaro

O preço começa a ser pago por Bolsonaro

Inquéritos sobre o 7 de setembro, o Dia da Independência, avançam

Ministro do STJ relaciona Bolsonaro a aumento de mortes violentas no país

Ministro do STJ relaciona Bolsonaro a aumento de mortes violentas no país

Rogério Schietti criticou, em julgamento oficial, política de liberação indiscriminada do porte e da posse de armas por parte do presidente