×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de outubro de 2021

Professora é condenada por chamar alunos de 'porco gordo', 'pretinho', 'burro', 'piá pançudo' e 'sapatonas'

Professora é condenada por chamar alunos de 'porco gordo', 'pretinho', 'burro', 'piá pançudo' e 'sapatonas'Foto: Pixabay

Sentença que impõe um ano e dois meses de reclusão mais nove meses e 24 dias de detenção à docente da rede pública estadual de Santa Catarina foi confirmada pela 5.ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado

Estadão Conteúdo - 30/05/2019 - 10:34:21

Uma professora da rede pública estadual de Santa Catarina foi condenada pela 5.ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado pelos crimes de injúria racial, discriminação e submissão de adolescente a vexame ou constrangimento.

Segundo consta nos autos, ela chamou um aluno de 14 anos de ‘pretinho’, ‘neguinho’ e ‘burro’ durante uma aula, em 2013.

Na frente de outros alunos, ela disse ao garoto: ‘você não nega a raça’.

Em outra aula, a professora xingou um adolescente de 13 anos de ‘dentuço’, ‘porco gordo’, ‘piá pançudo’, ‘relaxado’ e ‘sem educação’.

Em depoimento, o menino disse que ouviu os insultos quando se levantava para ir ao banheiro. “Senti muita tristeza, senti vergonha.”

A professora também chamou duas adolescentes de ‘sapatonas’ pelo fato de andarem juntas. Uma delas disse que passou a ser motivo de chacota e que se afastou da amiga para evitar mais constrangimentos.

A docente nega as acusações e nega a existência de provas que caracterizem crime. “Sempre tratei meus alunos com respeito”.

Uma das alunas, no entanto, chegou a gravar um áudio em que é ameaçada pela professora, que tenta fazer com que vítima mude seu depoimento em juízo.

“Se não mudar sua versão, assim que você completar 18 anos entrarei com processo por injúria e difamação e isso vai impedir que você consiga emprego ou bolsa de estudos”, disse.

“As declarações das vítimas foram firmes, coerentes e unânimes em afirmar, em ambas as fases procedimentais, que a recorrente expunha seus alunos a situações vexatórias, em sala de aula, mediante apelidos discriminatórios, além de humilhá-los quando não compreendiam a matéria”, afirmou o relator da apelação criminal, desembargador Luiz Neri Oliveira de Souza.

A professora alegou que não poderia ser condenada pelo crime de injúria racial pelo fato de o garoto xingado não ser negro.

O desembargador relator do caso, porém, afirmou que ‘considerando as características da família e por ter o adolescente a pele parda e o cabelo preto, se reconheça como negro’.

O magistrado também acrescentou. “O crime de injúria atinge a honra subjetiva do indivíduo, de modo que as palavras depreciativas alcançam a consciência, as qualidades e o prestígio que a própria pessoa tem de si.”

A condenação imposta foi de um ano e dois meses de reclusão mais nove meses e 24 dias de detenção em regime aberto.

As penas restritivas de liberdade foram substituídas por prestação de serviços à comunidade pelo tempo da condenação e pagamento de dois salários mínimos às vítimas.

Comentários para "Professora é condenada por chamar alunos de 'porco gordo', 'pretinho', 'burro', 'piá pançudo' e 'sapatonas'":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Final de semana com muitas opções culturais no DF

Final de semana com muitas opções culturais no DF

Exposições, espetáculos teatrais e musicais estão entre as atrações para este sábado e domingo

Concurso vai escolher melhores trabalhos de artesanato

Concurso vai escolher melhores trabalhos de artesanato

Inscrições podem ser feitas até o dia 24 de outubro; premiados serão selecionados por votação popular

Redobre os cuidados ao dirigir no período das chuvas

Redobre os cuidados ao dirigir no período das chuvas

Temporada chuvosa requer atenção ampliada no trânsito |

Dia da Padroeira do Brasil é comemorado com missas em Brasília

Dia da Padroeira do Brasil é comemorado com missas em Brasília

Os atos religiosos serão celebrados no Distrito Federal

Brasília inaugura sistema de bicicletas compartilhadas

Brasília inaugura sistema de bicicletas compartilhadas

Lançamento ocorreu na Estação 18, na entrada do Parque da Cidade

Diversão ao ar livre e em espaços turísticos do DF

Diversão ao ar livre e em espaços turísticos do DF

Público infantil poderá contar com diversidade de opções neste feriado, respeitando as medidas de prevenção à covid-19

Segurança reforçada para os jogos universitários no Distrito Federal

Segurança reforçada para os jogos universitários no Distrito Federal

A PMDF atuará por meio de policiamento ostensivo em todas as regiões, mas poderá acionar unidades especializadas, caso necessário

O que abre e fecha no feriado de 12 de outubro no DF

O que abre e fecha no feriado de 12 de outubro no DF

Zoológico funcionará normalmente, com restrição de público de 2,5 mil pessoas devido à pandemia da covid-19

Aproveite as feiras rurais no DF neste mês de outubro

Aproveite as feiras rurais no DF neste mês de outubro

Nas feiras é possível adquirir o alimento direto do produtor com qualidade, variedade e melhor preço

Festivais e exposições são destaques deste final de semana no DF

Festivais e exposições são destaques deste final de semana no DF

Exposição fica aberta até domingo, 10

Zaragoza chega ao Parque de Esculturas do Museu de Arte de Brasília

Zaragoza chega ao Parque de Esculturas do Museu de Arte de Brasília

As obras do artista e publicitário catalão são parte do lote de 58 peças doado pelo artista, em 2017, ao Museu Nacional da República