×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 21 de maio de 2022

TV Escola é despejada do prédio do MEC em Brasília; continuidade do canal é incerta

TV Escola é despejada do prédio do MEC em Brasília; continuidade do canal é incertaFoto: Roquette Pinto/Arquivo pessoal

Associação Roquette Pinto afirma que governo não deu justificativa para as ações; continuidade do canal é incerta

Erick Gimenes-brasil De Fato | Brasília (df) - 13/12/2019 - 20:18:50

A TV Escola foi despejada do prédio do Ministério da Educação (MEC) em Brasília, nesta sexta-feira (13), depois que o governo decidiu encerrar o contrato com a Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp), responsável pelo canal.

Tão logo, funcionários da associação passaram a trabalhar para retirar todos os equipamentos do espaço. A continuidade de TV é incerta.


A saída faz cumprir uma decisão judicial de outubro, movida por ordem do ministro Abraham Weintraub, para que a associação desocupe o escritório. A Roquette Pinto havia conseguindo uma liminar para se manter no local até que encontrasse outro imóvel, mas a medida foi cassada na quinta-feira (12).

Segundo a associação, o motivo da expulsão não foi informado. A Roquette Pinto alega que “tentou inúmeros contatos com assessores do Ministério e com o próprio ministro”, mas não recebeu resposta alguma.

Ainda conforme a Roquette Pinto, a decisão do MEC de encerrar o acordo com a associação foi comunicada por carta, também nesta sexta-feira, sem justificativa. O contrato se encerra em 31 de dezembro.

Em nota, o Ministério da Educação confirmou o fim do contrato, mas não quis dizer o motivo. Também não comentou o despejo. Afirmou apenas que, mesmo sem a associação, “estuda a possibilidade de as atividades do canal serem exercidas por outra instituição da administração pública”.

Série ideológica

O fim do contrato com a Roquette Pinto se dá na mesma semana em que a TV Escola passou a exibir “Brasil: A Última Cruzada”, uma série que se propõe a recontar a história a partir da visão de figuras da direita conservadora, como o escritor Olavo de Carvalho e o deputado Luiz Philippe de Orléans e Bragança (PSL-SP), descendente da família real.

A partir de entrevistas com os representantes da ideologia que está no poder, os episódios relativizam a escravidão e o genocídio indígena em prol de uma versão romantizada dos “conquistadores” portugueses e o papel da Igreja Católica.

A exibição provocou manifestações e motivou uma nota de repúdio da Associação Nacional de História (Anpuh-Brasil), publicada na terça-feira (10).

No comunicado, os historiadores expressam “enorme indignação” com a presença de Olavo de Carvalho na TV Escola. “Os historiadores, historiadoras e os docentes do país já estão cientes de que Olavo de Carvalho quer manter a população desinformada. Quais das besteiras recorrentes este senhor irá reiterar em suas palavras, destituídas de erudição, reflexão e compromisso com a Nação?”.

Para a Roquette Pinto, no entanto, não há relação entre o fim do contrato e as reações à exibição da série. O MEC não quis se manifestar sobre o assunto.

Edição: Rodrigo Chagas

Comentários para "TV Escola é despejada do prédio do MEC em Brasília; continuidade do canal é incerta":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Dia Mundial da Abelha lembra ação dos polinizadores para alimentação e saúde

Dia Mundial da Abelha lembra ação dos polinizadores para alimentação e saúde

Abelhas e outros insetos polinizadores apoiam a produção de alimentos para 2 bilhões de pequenos agricultores

Embaixadora dos Estados Unidos no Brasil 'garante' eleições justas, apesar de Bolsonaro

Embaixadora dos Estados Unidos no Brasil 'garante' eleições justas, apesar de Bolsonaro

O Senado dos EUA sabatinou, nesta quarta-feira (18), a diplomata Elizabeth Bagley. Ela foi questionada sobre as eleições no Brasil e a política ambiental do governo de Jair Bolsonaro.

Embaixadora americana indicada ao Brasil buscará colaborar para 'reduzir drasticamente desmatamento'

Embaixadora americana indicada ao Brasil buscará colaborar para 'reduzir drasticamente desmatamento'

Bagley falou em sua audiência para confirmação, no Comitê de Relações Exteriores do Senado americano.

Uso de máscara em aeroportos e voos não é mais obrigatório na Europa

Uso de máscara em aeroportos e voos não é mais obrigatório na Europa

Tal decisão foi confirmada e divulgada mundialmente por meio de um comunicado realizado pela Agência de Segurança da Aviação da União Europeia

Polícia investiga uso de estudantes de Medicina como 'mulas' do tráfico

Polícia investiga uso de estudantes de Medicina como 'mulas' do tráfico

Segundo o delegado, os traficantes pagam por volta de R$ 20 mil por quilo para comprar a droga e passam a comercializá-la no Brasil

"Democracia latino-americana está envenenada", afirma ex-presidente uruguaio Pepe Mujica

Em evento no Uruguai, o político aposentado cobrou uma união da população para barrar governos autoritários

Dia Internacional das Famílias destaca impacto da urbanização sobre os lares

Dia Internacional das Famílias destaca impacto da urbanização sobre os lares

A ONU marca em 15 de maio o Dia Internacional das Famílias com foco na urbanização e como melhorar a vida das pessoas nas cidades

Coreia do Norte confirma 21 novas mortes suspeitas de Covid-19

Coreia do Norte confirma 21 novas mortes suspeitas de Covid-19

Apesar das medidas restritivas para evitar a circulação de pessoas entre cidades, as descrições da mídia estatal norte-coreana indicam que a população não está confinada.

Espera de entrevista para visto norte-americano chega a 354 dias em SP

Espera de entrevista para visto norte-americano chega a 354 dias em SP

Nos demais consulados no país a demora é menor

"Sem Caribe, não há América": campanha busca visibilizar a necessidade da integração regional

Economista haitiano propõe uma "pedagogia das revoluções" como estratégia contra o domínio imperialista em toda a região

Filmes, livros e contos são recursos para quem quer saber mais sobre o Japão

Filmes, livros e contos são recursos para quem quer saber mais sobre o Japão

Conhecer alguns termos e palavras principais na língua japonesa também é uma forma de saber mais sobre o país, além de ajudar a se sentir mais próximo da cultura