×
ContextoExato
Responsive image

Coronavírus: Medo toma conta de brasileiros retidos em Portugal

Coronavírus: Medo toma conta de brasileiros retidos em PortugalFoto: Divulgação

Ramaiane retornou a Salvador, na Bahia

Ivan Drummond - Estado De Minas - 07/05/2020 - 12:14:42

Na semana, único repatriamento ocorreu a partir da Turquia. 'Presa' em Lisboa, mineira relata pânico em meio à pandemia

O medo de não retornar para casa toma conta de brasileiros que ainda estão no exterior em meio à pandemia de coronavírus. Um caso já se transformou em pânico: o da mineira Gislane Esteves Silva, de 62 anos, que cuida em Belo Horizonte de dois netos, um deles com necessidades especiais. Ela é uma das pessoas retidas em Portugal.

Pelo telefone, Gislane tenta contar seu desespero, mas fala com dificuldade, pois não consegue parar de chorar. “Eu já não sei o que vou fazer. O consulado não ajuda em nada. Parece que não quer saber de nós, brasileiros. Já fui várias vezes ao prédio onde fica o representante do governo brasileiro aqui em Lisboa e nem sequer sou recebida. Falam pra gente entrar no site e mandar mensagem, mas nem sequer respondem. E nem atendem ao telefone mais. Já não sei o que vou fazer”.

A situação dos 13 brasileiros que sobraram do último voo de repatriamento, na quinta-feira (30) também segue sem alteração. Eles afirmam não ter recebido qualquer comunicado do governo brasileiro. “A gente está aqui em Lisboa graças ao governo de Portugal, através de seu serviço de assistência social, que nos colocou, primeiro, num hostel, e agora nos trouxe desde terça-feira para o Inatel, uma espécie de colônia de férias, onde dormimos e nos alimentamos”, conta o mineiro Edimir Alves, de 45 anos, ex-vereador de Frei Lagonegro, ao lado do bacharel de direito Ilker Batista, de 33.

Hungria

A situação não é diferente dos 28 brasileiros que esperam ser repatriados na Hungria. Segundo o engenheiro capixaba Victor Silveira de Amigo, de 28 anos, na segunda-feira (3), atendendo ao pedido feito pelo consulado brasileiro em Budapeste, foram encaminhadas as cópias dos pretendentes à viagem de repatriação, mas ele diz não ter recebido depois disso nenhum comunicado oficial. “Parece que se esqueceram da gente.”

Turquia

O único caso de resgate de brasileiros nesta semana ocorreu na Turquia, de onde um grupo de cerca de 40 brasileiros chegou na noite de terça-feira (5) ao Aeroporto de Cumbica, em São Paulo. Entre os resgatados, a dançarina baiana Ramaiane Morais Sena, de 23 anos, que desembarcou nesta quarta-feira (6) em Salvador, onde fará a quarentena.

“Todos os brasileiros que se cadastraram no consulado do Brasil retornaram. Eles colocaram um ônibus que buscou todos, de cidade em cidade, e levou para Istambul. Eu estava em Ankara. Felizmente, estou em casa, feliz. Mas quero ver se, assim que passar essa pandemia, retorno para lá”, diz Ramaiane.

Comentários para "Coronavírus: Medo toma conta de brasileiros retidos em Portugal":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório