×
ContextoExato
Responsive image

Decisão de isolamento social salvou Portugal do mesmo destino da Espanha

Decisão de isolamento social salvou Portugal do mesmo destino da EspanhaFoto: Jornal GGN

Portugal conseguiu limitar a propagação do coronavírus, com uma estimativa de 600 mortes, graças à decisão de fechar as escolas no começo da pandemia.

Jornal Ggn - 16/04/2020 - 08:03:14

Com menos casos notificados de Covid-19 do que a Espanha tem fatalidades , Portugal enclausurou-se a tempo de evitar o massacre do país vizinho, apesar de um serviço de saúde enfraquecido por anos de austeridade.

“O lapso de tempo entre os primeiros casos na Espanha e Portugal nos permitiu mitigar a propagação do surto com muito mais eficiência”, disse João Ribeiro, diretor da unidade de terapia intensiva no máximo. grande hospital do país.

“Estamos vendo resultados animadores na maneira como lidamos com a pandemia (…) e não queremos perder esses ganhos”, resumiu esta semana a ministra da Saúde, Marta Temido, pedindo cautela.

A avaliação da epidemia de coronavírus em Portugal foi por volta de quarta-feira, 15 de abril, 600 mortos, ou aproximadamente o número de mortes diárias registradas pela vizinha Espanha, o segundo país mais afetado da Europa, com 18.500 mortos.

O número de casos declarados oficialmente em Portugal chegou a 18.000 na quarta-feira, dez vezes menos que em seu vizinho, país quase cinco vezes mais populoso.

Enquanto Portugal estava entre os países europeus com a menor proporção de leitos em unidades de terapia intensiva per capita antes da crise de saúde, o número desses pacientes críticos começou a diminuir antes de atingir o limite de suas capacidades e foi de cerca de 200 em um total de 1.200 pessoas hospitalizadas.

No hospital de Santa Maria, em Lisboa, “a situação permanece sob controle e nossas capacidades são suficientes”, garantiu o Dr. João Ribeiro.

Desde o início da pandemia, seu hospital já dobrou seus trinta leitos de terapia intensiva e poderá contar até 120, se necessário. Mas “se tivéssemos uma avalanche de casos, como vimos em outros lugares, o país não teria meios de responder a eles”, afirmou.

Portugal detectou seu primeiro caso no início de março, mais de um mês depois da Espanha. E a primeira morte ocorreu duas semanas depois, quando o país vizinho tinha cerca de 200.

O governo socialista, indo mais rápido do que o recomendado por especialistas em epidemiologia, decidiu fechar as escolas, fechar sua fronteira com a Espanha e declarar estado de emergência para regular a contenção da população, assim que 16 de março.

Sem essas medidas, ainda menos rigorosas do que as impostas aos espanhóis, “o serviço nacional de saúde teria quebrado, teríamos muito mais pessoas infectadas e muito mais mortes”, reconheceu o primeiro-ministro Antonio Costa na quarta-feira.

“A decisão de fechar as escolas fez grande diferença nos casos da Espanha ou da Itália”, diz o presidente do Sindicato Independente de Médicos, Jorge Roque da Cunha.

No entanto, este clínico geral na região de Lisboa continua preocupado porque o sistema de saúde pública já estava “no final” devido a “dez anos de subfinanciamento” desde a grande crise financeira.

Penalizado duramente em 2011 pela crise da dívida na zona do euro, Portugal teve que limpar suas contas públicas em detrimento da qualidade de seus serviços públicos. Resultado: “fechamento de serviços de emergência”, “700.000 usuários particulares de médicos de família” ou pacientes que precisam esperar “até dois anos” pela cirurgia.

“É essencial enviar a mensagem à população de que estamos longe de estar no controle da situação”, disse o Dr. Roque da Cunha.

Ao contrário de seu colega espanhol Pedro Sanchez, Antonio Costa até agora conseguiu contar com o apoio do líder da oposição de direita, Rui Rio, que pediu aos seus partidários que não critiquem o governo, em nome do “patriotismo” em tempos de crise.

Os líderes portugueses confirmaram na quarta-feira que o estado de emergência e medidas de contenção permanecerão em vigor até o final de abril, para permitir que maio inicie uma “transição gradual” para a retomada da atividade social e econômica.Com AFP

Comentários para "Decisão de isolamento social salvou Portugal do mesmo destino da Espanha":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório