×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 20 de janeiro de 2022

'Em Portugal, há funcionamento da democracia, mas não no Brasil', compara líder do Bloco de Esquerda

'Em Portugal, há funcionamento da democracia, mas não no Brasil', compara líder do Bloco de EsquerdaFoto: Reprodução

Prestes a realizar eleições legislativas antecipadas, em 30 de janeiro, Portugal vive um momento crucial na campanha, em que os líderes partidários estão realizando debates televisionados. A Sputnik Brasil fará uma série de entrevistas com as lideranças dos principais partidos

Agência Sputnik De Noticias - 08/01/2022 - 07:12:18

A primeira entrevista foi com Catarina Martins, coordenadora política do Bloco de Esquerda (BE), um dos seis partidos que votaram contra o Orçamento de Estado (OE) para 2022, no fim de outubro do ano passado. Com a rejeição orçamentária, o presidente Marcelo Rebelo de Sousa dissolveu o Parlamento em dezembro e convocou as eleições antecipadas.

De acordo com Catarina Martins, o primeiro-ministro António Costa, secretário-geral do Partido Socialista (PS), foi intransigente na negociação do OE e apostou na crise política para haver eleições antecipadas e tentar conseguir a maioria no novo Parlamento.

Segundo ela, a postura foi o estopim para a derrocada total da já combalida "gerigonça", coalizão da esquerda entre o PS, o BE, o Partido Comunista e Os Verdes, que permitiu a estabilidade política entre 2015 e 2020.

"Em 2019, o BE propôs um acordo em duas áreas fundamentais, saúde e trabalho, mas o PS recusou. Desde aí, temos vivido uma situação de negociação caso a caso, orçamento a orçamento, em que o PS tem se entendido crescentemente com o Partido Social Democrata (PSD) e tem deixado a esquerda naquela situação de 'ou aprova o orçamento ou há uma crise política'", justificou Catarina.

A declaração foi dada durante a abertura de uma conferência virtual organizada pela Associação de Imprensa Estrangeira de Portugal (AIEP), nesta sexta-feira (7). Na avaliação da dirigente do BE, o governo já estava muito desgastado e foi incapaz de chegar a um acordo mesmo com o Partido Comunista Português (PCP).

"No nosso ponto de vista, é um erro. Este não seria o momento para eleições, e mantemos a nossa determinação para questões fundamentais do trabalho e da saúde que nos parecem nossas maiores fragilidades. Vamos a essas eleições com o objetivo de manter o BE como a terceira força política e não permitir que a extrema direita ganhe expressão", assegurou.

'Há uma crise terrível no Brasil com um presidente genocida', afirma Catarina Martins

Questionada pela Sputnik Brasil se Portugal teria algo a aprender com a crise política brasileira, guardadas as devidas proporções, Catarina Martins considera que as situações entre os dois países não são comparáveis.

Apesar de reconhecer que a dissolução do Parlamento e a convocação de eleições antecipadas pelo presidente, em função da não aprovação do OE, são algo inédito no país lusitano, ela alega que os mecanismos constitucionais vão ajudar a ultrapassar este período, diferentemente do Brasil, que ela julga desrespeitar o Estado Democrático de Direito.

"Em Portugal, há o funcionamento da democracia, que não existe no Brasil. Não se compara com aquilo que se passa no Brasil, onde houve um golpe para afastar a presidente Dilma [Rousseff]. Há uma crise terrível, que é a destruição do próprio regime democrático com um presidente genocida. Não é em nenhum momento comparável. Estamos a resolver um impasse político", minimizou.

Ainda que o impeachment seja um dispositivo previsto na Constituição Federal do Brasil, Catarina chamou o presidente Jair Bolsonaro de genocida por duas vezes, em referência à postura negacionista diante da pandemia de COVID-19. A coordenadora política do BE também se solidarizou com a sociedade brasileira.

"A situação no Brasil é muito complicada, e eu queria deixar clara a minha solidariedade com o povo brasileiro, que tem um presidente genocida. Espero que possa claramente ultrapassar essa situação e que possa ter um governo e um presidente como merece, respeitador dos direitos humanos e que não permita o que está a acontecer neste momento. Seguramente, nos causa muita apreensão a todos", lamentou.

Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, hospitalizado com obstrução intestinal em São Paulo, 3 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 07.01.2022

Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, hospitalizado com obstrução intestinal em São Paulo, 3 de janeiro de 2021

Coordenadora do BE avalia que há fragmentação da direita

Indagada pela Sputnik Brasil se a esquerda portuguesa não padece da mesma desunião e fragmentação dos partidos esquerdistas brasileiros, ela refutou novamente a comparação. Desta vez, transferiu a responsabilidade para uma direita fragmentada, de acordo com a dirigente, alegando o recente surgimento de novos partidos, como o Chega e a Iniciativa Liberal (IL), ambos à direita no espectro político.

Catarina não colocou na mesma balança os partidos LIVRE e Pessoas-Animais-Natureza (PAN), ambos criados após 2010 e de inclinação esquerdista. Isso sem falar em outras siglas incipientes que ainda não têm representação na Assembleia da República.

"Neste momento, há uma composição política à direita que está muito fragmentada e tem muita dificuldade de apresentar um projeto ao país. E é por isso que a esquerda tem tanta obrigação de continuar a responder aos problemas do país e não deixar ficar no pântano o que são as respostas concretas à vida das pessoas, precisamente para não dar mais razão a uma direita fragmentada que começa a aprender com a ajuda da extrema direita mais perigosa", avalia.

Catarina se refere ao Chega, cujo fundador e deputado único, André Ventura, ficou na terceira posição nas eleições presidenciais de 2021, atrás apenas do presidente reeleito Marcelo Rebelo de Sousa, e de Ana Gomes, ex-eurodeputada pelo PS, que não teve apoio do seu partido no pleito.

Por insinuar risco terrorista de afegãos, Twitter suspende conta de André Ventura, mas não do Talibã

Enquanto isso, o Bloco de Esquerda amargou a quinta colocação, com a candidata Marisa Matias, com pouco menos de 4% dos votos, atrás ainda de João Ferreira, do PCP, com cerca de 15.700 votos a mais do que a bloquista. O desafio do BE nestas legislativas, portanto, é impedir que o Chega o ultrapasse como terceira força.

"A forma de travar é termos responsabilidade ao responder aos problemas das pessoas. Se deixarmos que elas fiquem sem acesso à saúde em Portugal, aí sim, estaremos a dar uma extrema borla à extrema direita, e isso não faremos", afirma.

Comentários para "'Em Portugal, há funcionamento da democracia, mas não no Brasil', compara líder do Bloco de Esquerda":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Pessoas em isolamento em Portugal poderão votar no dia 30 de janeiro

Pessoas em isolamento em Portugal poderão votar no dia 30 de janeiro

As pessoas que estão em isolamento devido à Covid-19 poderão votar no dia 30 de janeiro. Para o efeito, as normas relativas ao confinamento obrigatório deverão ser alteradas.

Portugal registra maior número de mortes diárias pela Covid-19 em 10 meses

Portugal registra maior número de mortes diárias pela Covid-19 em 10 meses

O número de pacientes internados, no entanto, permaneceu inalterado em 1.699, com 162 em unidades de terapia intensiva.

Campanha eleitoral começa em Portugal em meio a restrições por Covid-19

Campanha eleitoral começa em Portugal em meio a restrições por Covid-19

A votação elegerá 230 parlamentares para a Assembleia Republicana, o parlamento de Portugal. Os parlamentares votarão então em quem forma um governo.

Portugal: Fundo Ambiental financia em 60 milhões de euros o Programa de Apoio a Edifícios Mais Sustentáveis

Portugal: Fundo Ambiental financia em 60 milhões de euros o Programa de Apoio a Edifícios Mais Sustentáveis

O Plano de Recuperação e Resiliência conta com um total de 135 milhões de euros para aplicar, até 2025, na eficiência energética dos edifícios.

Preocupações portuguesas integradas Bússola Estratégica da União Europeia

Preocupações portuguesas integradas Bússola Estratégica da União Europeia

Ministro também se congratulou com a «recusa absoluta» por todos os Estados-membros da União Europeia das tentativas da Rússia para dividir a União Europeia quanto à atitude perante as ameaças russas à Ucrânia.

Novembro foi o melhor mês para as exportações de vinhos do Porto e Douro desde 2019

Novembro foi o melhor mês para as exportações de vinhos do Porto e Douro desde 2019

De janeiro a novembro de 2021, as exportações de vinho registaram um crescimento de 3,8% em volume, de 8,6% em valor e de 4,6% em preço médio, em comparação com o período homólogo.

Embraer vende duas fábricas em Portugal para espanhola Aernnova por US$ 172 mi

Embraer vende duas fábricas em Portugal para espanhola Aernnova por US$ 172 mi

Também a companhia explica que a transação se insere no plano de otimização de ativos, para "maximizar o uso de unidades e melhorar a rentabilidade."

IASFA lança novo concurso para arrendamento de 60 casas de renda económica

IASFA lança novo concurso para arrendamento de 60 casas de renda económica

Prédio recuperado

Conselho de Ministros altera medidas de combate à Covid-19 no âmbito da situação de calamidade

Conselho de Ministros altera medidas de combate à Covid-19 no âmbito da situação de calamidade

Relativamente às escolas - que reabrem a 10 de janeiro - o Primeiro-Ministro disse que deixa de ser necessário o isolamento para os alunos que contactem com caso positivo.

Internações por Covid-19 em Portugal atingem o maior nível em 10 meses

Internações por Covid-19 em Portugal atingem o maior nível em 10 meses

Desde 6 de dezembro, a proporção de casos prováveis de Ômicron tem crescido, disse o relatório, observando que atingiu uma estimativa de 89,6% em 3 de janeiro.

Mudar para Portugal requer um bom planejamento

Mudar para Portugal requer um bom planejamento

Independentemente de qual o número esteja mais próximo da realidade, o que fica claro é a quantidade cada vez maior de brasileiros em busca de novas oportunidades em terras lusitanas