×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 28 de junho de 2022

Na ONU, Portugal foca em clima, migração, economia azul, paz e segurança

Na ONU, Portugal foca em clima, migração, economia azul, paz e segurançaFoto: © Projects Abroad/Irene Lily

Portugal focado na agenda de desenvolvimento sustentável e na cooperação com outros países para proteger a vida marinha e fomentar a economia azul

Agência Onu News De Noticias - 03/06/2022 - 08:07:52

Em entrevista à ONU News, nova embaixadora do país nas Nações Unidas, Ana Paula Zacarias, fala sobre importância da Conferência dos Oceanos, marcada para 27 de junho, em Lisboa; ela destacou ainda a presença do país na Comissão de Consolidação da Paz, Pacto Global de Migrações e a campanha para um assento rotativo no Conselho de Segurança para o biênio 2027-2028.

Às vésperas de acolher a 2ª Conferência das Nações Unidas sobre Oceanos, as atenções de Portugal, na ONU, tornam-se ainda mais focadas na agenda de desenvolvimento sustentável e na cooperação com outros países para proteger a vida marinha e fomentar a chamada economia azul.

O evento irá de 27 de junho a 1 de julho, em Lisboa. A nova embaixadora de Portugal na ONU, Ana Paula Zacarias, informou que mais de 15 chefes de Estado e de Governo já confirmaram presença.

Praia na cidade de Nazaré, em Portugal.

Foto: © Unsplash/Tamas Tuzes-Katai

Praia na cidade de Nazaré, em Portugal.

Autoridades e jovens

A conferência deverá receber 12 mil participantes incluindo representantes da sociedade civil e de organizações não-governamentais, autoridades locais e jovens.

Para Ana Paula Zacarias, a agenda dos oceanos é parte da história e da geografia portuguesas.

“Não se pode falar de crise climática e falar de ação nas áreas dos oceanos sem envolver a questão do desenvolvimento sustentado. E, simultaneamente, trazemos também a questão da segurança. Porque vemos como as alterações climáticas, como uma eventual subida do nível das águas dos oceanos pode trazer situações muito graves, em termos das comunidades ribeirinhas e inclusive o potenciar de conflitos.

Portanto, esta conexão entre oceanos, clima, desenvolvimento e segurança é para nós fundamental.”

A Conferência dos Oceanos é copatrocinada por Portugal e Quênia. Na ONU, o evento é organizado pelo Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais, Desa.

Ana Paula Zacarias, representante de Portugal nas Nações Unidas

ONU/Manuel Elias

Ana Paula Zacarias, representante de Portugal nas Nações Unidas

57 milhões de postos de trabalho

Segundo o Desa, os oceanos são hoje uma fonte de subsistência para 3 bilhões de pessoas. Quase metade da pesca marinha gera 57 milhões de empregos.

Para Portugal, existe um enorme potencial na chamada economia azul que dever ser explorado.

A embaixadora Ana Paula Zacarias afirmou que a expectativa é que a declaração final da conferência seja adotada por unanimidade pelos países-membros da ONU. Para Portugal, é preciso um esforço coletivo que também inclua os jovens na criação de um plano de ação imediata.

“Os oceanos têm um valor central em tudo que é a dimensão da vida no planeta Terra. Então é muito importante que tenhamos uma base científica de debate que nos permita fazer esta ligação entre os diferentes dossiês, e que ao mesmo tempo, faça aqui que nós esperamos que aconteça em Lisboa: dar uma voz ao poder local, trazer os autarcas, trazer presidentes de câmaras de vários locais pelo mundo inteiro para discutir a implicação a nível local, trazer jovens, que vêm do mundo inteiro também, para discutir a problemática dos oceanos.”

Metade do oxigênio necessário para sobrevivência

Ainda de acordo com as Nações Unidas, o mundo perde anualmente US$ 13 bilhões com a poluição plástica nos mares. Ao todo, são despejadas 11 milhões de toneladas todos os anos nos oceanos.

A preservação desses ecossistemas é também uma questão de sobrevivência humana, pois dali sai metade de todo o oxigênio necessário para sobrevivência na Terra.

A embaixadora de Portugal, que acaba de assumir o posto, é também a primeira mulher a liderar a Missão do país na ONU em 67 anos de história.

Ana Paula Zacarias disse que este ano, além do tema dos oceanos, a agenda de trabalho em Nova Iorque está cheia com outros assuntos relevantes para a nação europeia como paz e segurança.

União Europeia

“Depois, temos também outros temas muitos tempos importantes como é o caso das migrações. Ligado com estes, de que falávamos. As migrações são um dossier importante para Portugal, que é uma país de migração, de emigração, de imigração.

Temos quase cerca de 5 milhões de portugueses espalhados pelo mundo. Sabemos bem o que significar emigrar, portanto, estamos disponíveis para aceitar em Portugal, muitos dos migrantes que desejam estabelecer-se também no nosso país. Somos um dos países campeões do Pacto das Migrações.”

Ana Paula Zacarias tem quase 40 anos de experiência diplomática como embaixadora e secretária de Estado. Ela já serviu na União Europeia e em países como Estônia, Colômbia e no Brasil.

Comentários para "Na ONU, Portugal foca em clima, migração, economia azul, paz e segurança":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Dicionário Brasileiro-Português é lançado para turista que vai para Portugal

Dicionário Brasileiro-Português é lançado para turista que vai para Portugal

Após anos morando em Portugal escritor cria guia com mais de 2 mil palavras divergentes

Portugal angaria 32,7 milhões de euros para clima, energia e mobilidade

Portugal angaria 32,7 milhões de euros para clima, energia e mobilidade

"Nestas áreas do clima, energia e mobilidade, somos muito competitivos e capazes de atrair muito financiamento", disse a presidente da ANI, Joana Mendonça, à agência de notícias Lusa.

Procurar trabalho em Portugal poderá ficar mais fácil

Procurar trabalho em Portugal poderá ficar mais fácil

O governo português quer criar um novo visto que possibilite a entrada legal de estrangeiros que desejam vir ao país para procurar emprego

Quatro experiências dignas de realeza no Alentejo

Quatro experiências dignas de realeza no Alentejo

Destino português proporciona vivências imperdíveis aos seus visitantes

Número de brasileiros morando em Portugal é recorde, diz SEF

Número de brasileiros morando em Portugal é recorde, diz SEF

Mais brasileiros imigrando

Portugal recebe Mundial de Goalball 2022, competição será disputada entre 5 e 17 de dezembro

Portugal recebe Mundial de Goalball 2022, competição será disputada entre 5 e 17 de dezembro

Competição será disputada entre 5 e 17 de dezembro

Lei da Nacionalidade: Novo regulamento estabelece regras mais simples para a nacionalidade portuguesa

Lei da Nacionalidade: Novo regulamento estabelece regras mais simples para a nacionalidade portuguesa

Com o objetivo de facilitar o processo de busca documental, os especialistas desenvolveram um banco de dados inédito, com mais de um milhão de metadados

Na ONU, Portugal apresenta desafios e avanços na igualdade de gênero

Na ONU, Portugal apresenta desafios e avanços na igualdade de gênero

Mãe e seu bebê recém-nascido.

Portugal expressa apoio à chegada de Moçambique ao Conselho de Segurança

Portugal expressa apoio à chegada de Moçambique ao Conselho de Segurança

Moçambique e Suíça eram parte de um grupo de 62 Estados-membros que nunca tiveram assento no Conselho

Dia de Portugal: Conheça os Maiores Símbolos da Nação

Dia de Portugal: Conheça os Maiores Símbolos da Nação

Por que os azulejos se tornaram símbolo nacional?

Juventude percebe que recursos naturais não são infindáveis, diz Portugal

Juventude percebe que recursos naturais não são infindáveis, diz Portugal

Ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, João Cravinho