×
ContextoExato
Responsive image

União Europeia se concentrará na recuperação econômica durante presidência de Portugal

União Europeia se concentrará na recuperação econômica durante presidência de PortugalFoto: Reprodução

Costa disse que a prioridade da presidência portuguesa será a recuperação econômica para garantir que todos os instrumentos construídos se tornem eficazes e que os fundos de apoio da UE cheguem aos 27 países-membros

Xinhua - 17/01/2021 - 11:36:02

O primeiro-ministro português, António Costa, reuniu-se nesta sexta-feira com o Colégio de Comissários Europeus liderado pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, para discutir o programa e as prioridades da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE).

Costa disse que a prioridade da presidência portuguesa será a recuperação econômica para garantir que todos os instrumentos construídos se tornem eficazes e que os fundos de apoio da UE cheguem aos 27 países-membros.

"Todos os instrumentos financeiros concebidos têm de ser operacionalizados o mais depressa possível", destacou ele.

Em uma conferência de imprensa conjunta com von der Leyen, Costa explicou que a segunda prioridade é o desenvolvimento do Pilar Social da União Europeia, enquanto a terceira é "reforço da autonomia estratégica" da Europa no mundo.

Von der Leyen garantiu que a Comissão Europeia apoiará uma implantação rápida e tranquila das vacinas na União Europeia. Ela também destacou a importância dos laços transatlânticos do bloco e suas relações com a África e a Índia.

Costa e von der Leyen convidaram formalmente os chefes de Estado e de governo da UE, suas instituições e os parceiros sociais para participarem da Cimeira Social, que será realizada em maio no Porto.

"Com este evento, enviaremos um sinal político muito forte: a União Europeia promove uma recuperação que dá prioridade às pessoas e ao seu bem-estar", ressaltou von der Leyen.

A Cimeira Social anterior da UE ocorreu em novembro de 2017 em Gotemburgo, Suécia, e resultou na proclamação do "Pilar Europeu dos Direitos Sociais".

Costa argumentou que a UE precisa "de um compromisso comum para tornar o Pilar Europeu dos Direitos Sociais uma realidade", porque "a dimensão social da UE é absolutamente fundamental para garantir que a dupla transição de que as nossas sociedades necessitam seja justa e inclusiva, não deixando ninguém para trás".

"As transições ecológica e digital estão a mudar a forma como vivemos e trabalhamos", afirmou, acrescentando que é necessária uma adaptação a essas mudanças. "Para sair da crise provocada pela pandemia de COVID-19, a recuperação tem de ser inclusiva, sustentável e resiliente", concluiu.

Comentários para "União Europeia se concentrará na recuperação econômica durante presidência de Portugal":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório