×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de maio de 2022

O que o PT quer ao apoiar o candidato de Rodrigo Maia na Câmara?

O que o PT quer ao apoiar o candidato de Rodrigo Maia na Câmara?Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

Não se trata de impeachment, mas de fazer o governo Jair Bolsonaro definhar até 2022

Por Matheus Leitão - Veja.com - 06/01/2021 - 15:10:42

Ao contrário do que pensa o núcleo radical próximo de Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto, sempre afeito às teorias conspiratórias, não é o impeachment o principal norte do apoio do PT ao candidato de Rodrigo Maia à presidência da Câmara. O partido quer, como principal objetivo, ver o presidente da República e seu governo sangrarem até 2022. Mas não necessariamente derrubá-lo.

Quanto menos conseguir avançar em sua agenda, mais o discurso de Bolsonaro ficará frágil para a próxima eleição presidencial. Como a esquerda, e principalmente o PT, continuam com a rejeição alta, a ideia é tentar tirar o doce da boca de Bolsonaro. Ou melhor explicando, se esforçarão para atrapalhar o discurso eleitoral do presidente.

Bolsonaro terá dificuldade para se vender como um gestor que foi bem na pandemia, por exemplo. Mesmo com o auxílio emergencial durante o ano de 2020, daqui a dois anos os beneficiários não se lembrarão com tanta força da ajuda do governo. Mas recordarão que a gestão do atual presidente se enrolou bastante no quesito vacinação da população. Seremos um dos últimos países a conseguir a imunização.

A economia não decolou, obviamente muito atrapalhada pela Covid-19, mas a promessa privatizante e liberal do ministro da Economia, Paulo Guedes, não foi colocada em prática. Basta lembrar da “debandada” em 2020 do governo, quando integrantes da equipe de Guedes, como o empresário Salim Mattar e o economista Paulo Uebel, pediram demissão por dificuldades em implementar justamente as medidas liberais.

Na política, bem… Na política… Bolsonaro não só arruma uma confusão atrás da outra com sua artilharia pesada, destilando ódio e discórdia pela Praça dos Três Poderes, em Brasília, como se aproximou do que há de mais fisiológico no Congresso, minando seu próprio discurso de combate à corrupção e de que faria algo técnico ao chegar ao poder.

É com o desejo de fragilizar esses três pilares que o PT se movimentou para apoiar Baleia Rossi, de Rodrigo Maia, e não Arthur Lira, do centrão, que tem o aval de Bolsonaro. Com o novo presidente da Câmara, a ideia é tentar atrapalhar ao máximo o governo e mostrar que Bolsonaro não cumpriu o que prometeu na política, na economia e ainda foi incompetente na gestão do país durante a pandemia.

Impeachment é algo que depende de muitos fatores, como a derrocada total da economia e o aumento exponencial do desemprego, incluindo o mais importante e imprevisível fator: o humor da população em relação ao governante. Fazer política no dia a dia mirando a próxima eleição é mais fácil, especialmente com a oposição controlando a pauta do Congresso.

Comentários para "O que o PT quer ao apoiar o candidato de Rodrigo Maia na Câmara?":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Portaria institui Rede Nacional de Polícias Judiciárias no Combate à Corrupção

Portaria institui Rede Nacional de Polícias Judiciárias no Combate à Corrupção

A coordenação da Renaccor estará vinculada à coordenação-geral de articulação institucional do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional

Precisamos nos mobilizar na defesa da vida e das terras dos povos indígenas

Precisamos nos mobilizar na defesa da vida e das terras dos povos indígenas

O marco temporal, que tramita no Supremo Tribunal Fedral, é a maior ameaça aos povos indígenas na atualidade.

Como o BTG correu contra o tempo para entregar três usinas ao governo

Como o BTG correu contra o tempo para entregar três usinas ao governo

Sede do BTG Pactual, em São Paulo; banco de investimento terá plataforma própria de criptomoedas

Lula aposta em Alckmin na cúpula e mira atração de apoio de tucanos

Lula aposta em Alckmin na cúpula e mira atração de apoio de tucanos

A ideia é arregimentar o apoio de tucanos que consideram prioridade uma aliança para derrotar o presidente Jair Bolsonaro

'Grupo que apoia Lula deixa marca dolorosa no MDB', diz Simon

'Grupo que apoia Lula deixa marca dolorosa no MDB', diz Simon

Simon afirma que, em caso de polarização entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno, votaria, pela primeira vez na vida, em branco.

'Respeite estatuto', diz Doria ao presidente do PSDB por 'tentativas de golpe', segundo mídia

'Respeite estatuto', diz Doria ao presidente do PSDB por 'tentativas de golpe', segundo mídia

O ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) enviou uma carta ao presidente do partido, Bruno Araújo, em que reclama de seguidas

Aécio diz que voto de Aloysio em Lula reflete

Aécio diz que voto de Aloysio em Lula reflete "candidatura artificial" do PSDB

Hoje, o PSDB tem o ex-governador de São Paulo João Doria como pré-candidato a presidente, mas negocia uma unificação da chapa com o MDB, que lançou a senadora Simone Tebet (MDB-MS).

Delegado da PF é rebaixado após investigar filho de Jair Bolsonaro

Delegado da PF é rebaixado após investigar filho de Jair Bolsonaro

O delegado Hugo de Barros Correa, ex-superintendente da Polícia Federal no Distrito Federal, se tornou o responsável pela implementação interna de planos de saúde da instituição.

Nenhum voto sequer foi fraudado em testes de ataque às urnas, diz TSE

Nenhum voto sequer foi fraudado em testes de ataque às urnas, diz TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou, nesta sexta-feira (13), que nenhuma tentativa de ataque às urnas eletrônicas foi capaz de alterar "sequer um voto", na última rodada de testes públicos de segurança nos equipamentos, que serão utilizadas nas eleições de outubro.

STF suspende forma como Estados aplicaram alíquota única do ICMS sobre diesel

STF suspende forma como Estados aplicaram alíquota única do ICMS sobre diesel

Em março, uma lei aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada por Bolsonaro definiu que deveria haver em todo o Brasil uma alíquota única do ICMS sobre o diesel.

Desenvolvimento emocional e democracia

Desenvolvimento emocional e democracia

Nas comunidades em que há uma proporção suficientemente elevada de indivíduos maduros, existe um estado de coisas que proporciona a base para o que chamamos democracia