×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 30 de novembro de 2021

Verão é sol, mar e curtição. 5 doenças mais comuns do verão e o que fazer para se proteger contra elas

Verão é sol, mar e curtição. 5 doenças mais comuns do verão e o que fazer para se proteger contra elasFoto: Pixabay

Risco de câncer de pele aumenta na época do verão; saiba como se proteger

Ig Saúde - 22/12/2019 - 09:18:34

Verão é época de sol, mar e curtição. Mas infelizmente, esse momento de descanso pode acompanhar uma série de doenças que causam muito incômodo. Confira a seguir quais são as doenças mais comuns do verão e saiba como se proteger delas:

1. Desidratação

Com o sol mais forte do verão, as pessoas costumam ter uma perda maior de líquidos no corpo. O suor, por exemplo, contribui para esse cenário, pois através dele ocorre a perda de sais minerais. Conforme matéria prévia no IG , a perda excessiva e persistente de líquidos leva a diminuição do fluxo de sangue para os órgãos.

Leia mais: Risco de câncer de pele aumenta na época do verão; saiba como se proteger

Se a sua urina está muito amarela, a pele seca e você se sente muito cansado, com vontade até de desmaiar, pode ser que o seu corpo esteja pedindo apenas uma boa hidratação. O perigo desse quadro é que pode ser causado por diarreias e vômitos, então quanto menos você tiver o costume de se hidratar, mais impactantes serão esses problemas. Portanto, o lembrete de sempre é: não esqueça de se manter hidratado!

2. Conjuntivit

A conjuntivite é uma doença que tem diversas causas, mas uma delas é recorrente no verão: nas praias e piscinas, a contaminação de micro-organismos é facilitada. Compartilhar artigos de maquiagem, além de andar em aglomerados e coçar os olhos com frequência são hábitos não indicados e que podem levar à doença. Alguns tipos de conjuntivite são contagiosos e outros não, por isso a dica é ter cuidado.

Alguns sintomas desse quadro são as pálpebras inchadas e a secreção presente nos olhos. De acordo com o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, que já falou sobre o assunto em uma outra matéria do IG , "nos meses mais quentes do ano, 4 em cada 10 pacientes já chegam aos consultórios usando colírio por conta própria e por isso colocam a visão em risco”. Assim, a indicação é sempre procurar um oftalmologista para recomendar o colírio indicado em cada caso.

3. Intoxicação alimentar

Segundo o Eduardo Grecco, gastrocirurgião e endoscopista, "a intoxicação alimentar é um problema de saúde que pode ser causado pela má ingestão de água ou até dos alimentos contaminados. Essa contaminação pode ocorrer durante a manipulação, preparo, conservação e armazenamento".

Um hábito comum do verão é comer em barraquinhas ou restaurantes variados, sem saber muita coisa sobre a higiene do local. A falta de higiene é a maior causadora dessa doença e por isso, deve-se estar atento aos estabelecimentos onde você vai. Carne crua, ovos, leite, plantas e legumes são os principais alimentos com bactérias responsáveis pela contaminação.

Leia mais: Não se preveniu nas férias? Saiba os sintomas e tratamentos das micoses e herpes

Os sintomas da intoxicação alimentar podem ser muito graves: desidratação, dores abdominais similares à cólica, desinterias, náuseas, vômitos e febre.

Manter bons hábitos de higiene, sempre lavando as mãos e andando com álcool em gel, é a maior recomendação para evitar esse problema. Lavar bem os alimentos, principalmente as verduras (de preferência com gotinhas de hipoclorito) também é uma dica importante.

4. Micose

Para a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), micoses são infecções causadas por excesso de fungos que atingem a pele, as unhas e os cabelos. Essa doença é mais comum nos litorais e ambientes de praia, pois o calor e a umidade favorecem o seu desenvolvimento. Sintomas como coceira e manchas brancas podem indicar a presença da infecção.

Fungos são presentes em todas as pessoas, mas sistema imunológico fraco, consumo excessivo de açúcares e alergias podem desencadear o quadro infeccioso, segundo o Ministério da Saúde.

São vários os tipos de micose e os tratamentos envolvem sprays antifúngicos junto à mudanças de hábito. Alguns comportamentos de prevenção são: secar bem as dobras do corpo, não ter contato prolongado com água e sabão e não andar descalço em locais úmidos.

5. Otite

Mergulhar nas praias e piscinas durante o verão é ótimo, mas caso você não enxugue bem as orelhas, esse pode ser um motivo de surgimento da otite. A região úmida formada no canal auditivo ajuda na proliferação de bactérias. É o que afirma a a fonoaudióloga Cintia Fadini, entrevistada numa matéria do IG dedicada apenas à essa doença.

Leia mais: Cuidados para evitar a gastroenterite no verão

A fonoaudióloga relata que no verão, o tipo mais comum é a otite externa, que atinge a orelha externa, formada pelo pavilhão auricular e pelo meato acústico externo. Objetos como cotonetes, invés de ajudar, também podem contribuir no aparecimento da condição. Os sintomas mais comuns nesse caso são o sentimento de dor e ouvido trancado, que pode irradiar para a cabeça.

Link deste artigo: https://saude.ig.com.br/2019-12-22/as-5-doencas-mais-comuns-do-verao-e-o-que-fazer-para-se-proteger-contra-elas.html

Comentários para "Verão é sol, mar e curtição. 5 doenças mais comuns do verão e o que fazer para se proteger contra elas":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Hospital DF oferece suporte a mulheres vítimas de agressão

Hospital DF oferece suporte a mulheres vítimas de agressão

No centro, os profissionais de enfermagem fazem o primeiro contato com as vítimas, que contam também com médicos, psicólogos e assistentes sociais

VIJ-DF lança Campanha de Natal para ajudar crianças e adolescentes acolhidos

VIJ-DF lança Campanha de Natal para ajudar crianças e adolescentes acolhidos

Doações serão recebidas até o dia 17 de dezembro

"Tirar um sonho do papel": Campanha Papai Noel dos Correios já está disponível

Para adotar, é necessário se deslocar até uma unidade participante ou acessar o blog da campanha

Literatura infantil com protagonistas negros abre novos horizontes

Literatura infantil com protagonistas negros abre novos horizontes

Para pesquisadora, obras que extrapolam o racismo são fundamentais

Campanha vai doar absorventes para 5 mil alunas da rede pública do DF

Campanha vai doar absorventes para 5 mil alunas da rede pública do DF

Os 150 mil absorventes arrecadados serão distribuídos para 5 mil estudantes: três pacotes com 10 unidades por aluna em período menstrual

A arte de transformar uma casa de abrigo social em um lar de verdade

A arte de transformar uma casa de abrigo social em um lar de verdade

Projeto Arquitetando o Mundo pretende trazer mais aconchego para projetos sociais que abrigam quem está em situação de vulnerabilidade

Mecanismo biológico explica por que faz tanto bem fazer o bem

Mecanismo biológico explica por que faz tanto bem fazer o bem

Quem pratica generosidade exercita a compaixão, o que proporciona o sentimento de gratidão

Adoção de crianças e adolescentes com deficiência: O que é preciso saber

Adoção de crianças e adolescentes com deficiência: O que é preciso saber

Psicóloga da área de adoção da VIJ-DF responde às principais dúvidas sobre o tema em entrevista

Mais de 32 mil famílias têm desconto na conta de energia

Mais de 32 mil famílias têm desconto na conta de energia

Família de baixa renda que reside em moradia de aluguel ou imóvel cedido, onde a conta de energia está em nome do proprietário do imóvel, também pode solicitar o benefício

Campanha de Solidariedade do MTD fortalece os processos organizativos nas comunidades

Campanha de Solidariedade do MTD fortalece os processos organizativos nas comunidades

Cozinhas Populares em ocupações sem teto no bairro de Mangabeira.

“Vivemos uma crise muito grande da indiferença do outro”, afirma Jeferson Tenório

“Vivemos uma crise muito grande da indiferença do outro”, afirma Jeferson Tenório

"Ler é um ato transgressor", afirma Jeferson Tenório ao se despedir como patrono da Feira do Livro de Porto Alegre