×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 03 de julho de 2022

Dadá depois de um ano de silêncio agora fala? Porque?

Dadá depois de um ano de silêncio agora fala? Porque?Foto:

Hoje pela manhã recebi logo cedo um telefonema de um amigo. Antes mesmo de me dar bom dia, perguntou: já leu a folha?

Edson Sombra com informações da Folha.com - 22/02/2013 - 10:50:22

Ao ler o jornal, não me surpreendi, era Dadá, o conhecido e até temido por alguns, em entrevista que deu ao jornal Folha de São Paulo, confessando as ações criminosas praticadas por ele e seus comparsas que por todo o ano de 2012, fez com que eu e minha família experimentássemos grandes dissabores.


No decorrer de todo o ano 2012, nós fomos vítimas deste indivíduo que teve várias outras oportunidades para falar a verdade, mas não falou, calou. ...


Pergunto por que após um ano de silêncio o araponga confesso, agora como uma fênix sai das trevas e expõe publicamente a um jornal de grande circulação nacional a autoria dos crimes cometidos?

É estranho, muito estranho, Dadá que teve a chance de contar tudo o que sabe na CPI do Cachoeira, calou, e agora afirma que “vi que ali não tinha o interesse de descobrir a verdade.”

Pra mim está muito claro o objetivo de Dadá, depois de todo esse tempo quieto, reaparecer agora. Não tenho dúvidas em afirmar que ele tem um único propósito, prestar serviço a alguém, e esse alguém é o seu chefe.


As declarações de Dadá objetivam causar tumulto no cenário político do DF, usando a imprensa para mandar recados e cobrar pelo abandono que seus antigos aliados da ação criminosa lhe impuseram durante esse um ano.


Para mim está muito claro, Dadá continua sem revelar o nome do seu verdadeiro chefe e deveria, já que foi acometido de um lampejo de "coragem", revelar também publicamente os nomes e quem são os seus verdadeiros cúmplices.


Essa história da bisbilhotagem, da arapongagem, do uso do aparato do estado contra cidadãos, da fábrica de dossiês, do uso das policias e de seus equipamentos com objetivos criminosos, e o que é pior, da fábrica de depoimentos com métodos indutivos, que ao serem usados publicamente destroem vidas de pessoas inocentes no DF ainda não acabou, mas está perto, muito perto de acabar.


Da entrevista concedida ao competente jornalista Rubens Valente do jornal Folha de São Paulo, ainda é prematuro confiar totalmente na palavra de um meliante, que para justificar seu comportamento agora utiliza de supostos aconselhamentos uma líder espiritual.


Quanto às acusação feitas por Dadá contra o secretario Claudio Monteiro, entre a palavra acusatória de um criminoso contumaz e confesso, e a palavra empenhada por Cláudio Monteiro, eu prefiro acreditar na palavra de Cláudio Monteiro, se estou errado por pensar assim só o tempo dirá.


Leia aqui a matéria completa

Por Edson Sombra

Comentários para "Dadá depois de um ano de silêncio agora fala? Porque?":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Receita federal alerta para golpe do falso IOF antecipado via Pix

Receita federal alerta para golpe do falso IOF antecipado via Pix

Estelionatários simulam liberação de empréstimos

Consumidor procura mais por programas de pontos em viagens aéreas

Consumidor procura mais por programas de pontos em viagens aéreas

Na compra de viagens aéreas não é diferente A soma anual das emissões e resgates de pontos chegou a 22,4 milhões de transações em 2021

Amazônia e Cerrado registraram recordes no número de queimadas, aponta Inpe

Amazônia e Cerrado registraram recordes no número de queimadas, aponta Inpe

Os dados são do Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, órgão ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia.

Reservatórios têm melhor patamar desde 2012, indicam dados do ONS

Reservatórios têm melhor patamar desde 2012, indicam dados do ONS

O controle de vazão teve como foco as bacias do Rio Grande e do Rio Paraná, consideradas a "caixa d'água do Brasil

Brasil é um dos 10 piores países do mundo para se trabalhar, revela pesquisa

Brasil é um dos 10 piores países do mundo para se trabalhar, revela pesquisa

O Brasil ficou na faixa cinco, a pior do ranking, ao lado de Bangladesh, Belarus, Colômbia, Egito, Filipinas, Mianmar, Guatemala e Suazilândia.

Fiocruz alerta que novas pandemias podem surgir de vírus da Amazônia

Fiocruz alerta que novas pandemias podem surgir de vírus da Amazônia

Os locais de maior risco de surtos são as cidades amazônicas remotas junto a áreas de desmatamento.

Cinquenta sem-terra se formam em Medicina Veterinária no RS nesta sexta

Cinquenta sem-terra se formam em Medicina Veterinária no RS nesta sexta

Essa é a terceira turma especial ofertada pelo Programa Pronera, resultado da luta do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

Criminalização e preconceito, a dura realidade das pessoas em situação de rua

Criminalização e preconceito, a dura realidade das pessoas em situação de rua

38,2% da população em situação de vulnerabilidade foram para a rua desde o início da pandemia

Exposição dá visibilidade a mulheres que convivem com doenças raras e deficiência

Exposição dá visibilidade a mulheres que convivem com doenças raras e deficiência

O titular da Secretaria destacou que momentos como este servem para dar luz às necessidades e aos desafios vividos por este público.

Violência faz IBGE buscar apoio da PF para coletar dados na Amazônia

Violência faz IBGE buscar apoio da PF para coletar dados na Amazônia

Mais de 200 mil trabalhadores recrutados pelo IBGE devem ir a campo coletar as informações de cerca de 76 milhões de lares

Brasil é o 89º em ranking da liberdade de expressão medido em 161 países, diz ONG

Brasil é o 89º em ranking da liberdade de expressão medido em 161 países, diz ONG

A queda de braço entre o presidente e o Judiciário também é tomada pela ONG Artigo 19 como um ponto crítico no caso brasileiro