×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de outubro de 2021

Parlamentares em Brasília sugerem ações para enfrentar o feminicídio

Parlamentares em Brasília sugerem ações para enfrentar o feminicídioFoto: Câmara Legislativa

Arlete Sampaio (PT) também se referiu à "onda de feminicídio" verificada no Distrito Federal.

Núcleo De Jornalismo – Câmara Legislativa - 22/05/2019 - 07:18:36

A deputada Julia Lucy (Novo) trouxe à sessão ordinária da Câmara Legislativa desta terça-feira (21) o tema do feminicídio. A parlamentar lamentou "mais uma tragédia", referindo-se ao assassinato de Debora Tereza Correa, servidora da Secretaria de Educação do DF. Ela foi assassinada na manhã de ontem, no local de trabalho, pelo policial civil Sergio Murilo dos Santos, que havia tido um relacionamento com a vítima.


Para a distrital, o caso demonstra que a violência doméstica é muito mais complexa do que se imagina. "Independência financeira não é suficiente para proteger as mulheres deste tipo de violência", analisou, apontando como caminhos para solucionar o problema o reforço das medidas judiciais e a efetiva proteção das mulheres ameaçadas. Julia Lucy também lamentou o "imbróglio jurídico" que atrapalha o funcionamento da Casa da Mulher Brasileira, espaço criado pelo governo federal, e sugeriu que o GDF crie um local similar para atender as vítimas.


Arlete Sampaio (PT) também se referiu à "onda de feminicídio" verificada no Distrito Federal. Na avaliação da distrital, o fato de o presidente da república defender o uso de armas, além de manter atitudes machistas, homofóbicas e racistas incentiva aqueles "que se acham donos das mulheres" a cometerem crimes.


Na mesma linha, posicionou-se o deputado Fábio Felix (PSol), para quem o feminicídio "é diretamente resultante do machismo e do controle dos corpos". Por sua vez, o deputado Chico Vigilante (PT) defendeu que o Congresso Nacional endureça as penas contra os agressores. "Quem comete um crime como esses deveria ter prisão perpetua", prescreveu.


Crítica e elogio – Felix também fez um elogio a Ibaneis Rocha que foi um dos signatários de carta aberta na qual 14 dos 27 governadores do País pedem a imediata revogação do decreto presidencial que autorizou o porte de armas. "Nunca elogiei o governador, mas ele está certo em assinar esse manifesto contra a atitude de um presidente irresponsável", afirmou. De outra forma, o deputado Leandro Grass (Rede) fez um discurso criticando as mudanças administrativas no GDF. "A mais nova ideia é recriar a Secretaria de Governo, desmembrando a Casa Civil, com um interesse claro de atender a acordos políticos e fazer acomodações, enquanto a cidade está abandonada, está um caos", reclamou.


Marco Túlio Alencar
Fotos: Carlos Gandra/CLDF

Comentários para "Parlamentares em Brasília sugerem ações para enfrentar o feminicídio":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Campanha da ONU chama atenção para direitos das crianças refugiadas

Campanha da ONU chama atenção para direitos das crianças refugiadas

Quase 1 milhão de crianças nasceram como refugiadas entre 2018 e 2020

Mulher acusada de homofobia em padaria de SP é condenada a indenizar balconista

Mulher acusada de homofobia em padaria de SP é condenada a indenizar balconista

"Ainda que a ré seja incapaz, sobre o que não produziu sequer começo de prova, tal condição não afasta sua responsabilidade pelos prejuízos a que der causa", observou a juíza.

Distribuição de absorventes faz cair evasão escolar

Distribuição de absorventes faz cair evasão escolar

A "pobreza menstrual" era um tema de pouca repercussão na época e não motivava projetos de lei como hoje, a exemplo do vetado nesta semana pelo presidente Jair Bolsonaro. E passava longe de ser associado ao cotidiano de meninas.

Fachin manda União distribuir testes de covid e máscaras N95 entre quilombolas

Fachin manda União distribuir testes de covid e máscaras N95 entre quilombolas

Em decisões anteriores, Fachin já havia determinado à União que apresentasse as medidas sanitárias relativas à covid-19 nas comunidades quilombolas

Coletivo vai mapear cultura LGBTQI+ do Distrito Federal

Coletivo vai mapear cultura LGBTQI+ do Distrito Federal

Prazo para repostas ao mapeamento é até 17 de dezembro - Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Dia Internacional promove educação e maior consciência da não-violência

Dia Internacional promove educação e maior consciência da não-violência

Selo emitido pela Administração Postal da ONU com uma pintura de Mahatma Gandhi de Ferdie Pacheco em Comemoração do Dia Internacional da Não-Violência

ONU quer agir rápido em favor da igualdade de gêneros na liderança global

ONU quer agir rápido em favor da igualdade de gêneros na liderança global

Apenas 18 mulheres discursaram nos debates de alto nível da Assembleia Geral em 2021

Refugiados LGBTQIA+ no Brasil enfrentam discriminação, violência e desemprego

Refugiados LGBTQIA+ no Brasil enfrentam discriminação, violência e desemprego

Refugiados venezuelanos são registrados na Polícia Fedral de Boa Vista para emissão e regularização de documentos.

Senador Contarato dá aula a quem não merece um segundo de fama

Senador Contarato dá aula a quem não merece um segundo de fama

O Zé Ninguém

Campanha foca em conversa com família para aumentar doação de órgãos

Campanha foca em conversa com família para aumentar doação de órgãos

Em 2020, recusa à doação de órgãos por parentes ficou em 37,8%

Pesquisa revela que maioria dos brasileiros tem intenção de doar órgãos, mas não avisa a família

Pesquisa revela que maioria dos brasileiros tem intenção de doar órgãos, mas não avisa a família

“Seja doador de órgãos e avise sua família” se estenderá por todo ano de 2021. Uma doação pode salvar até oito vidas