×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de outubro de 2021

Pesquisa revela que maioria dos brasileiros tem intenção de doar órgãos, mas não avisa a família

Pesquisa revela que maioria dos brasileiros tem intenção de doar órgãos, mas não avisa a famíliaFoto: Maurício Bazílio/ Secom Rio de Janeiro

“Seja doador de órgãos e avise sua família” se estenderá por todo ano de 2021. Uma doação pode salvar até oito vidas

Estadão Conteúdo - 27/09/2021 - 08:40:24

A intenção de doar órgãos e tecidos é aceita pela maioria dos brasileiros, porém tal desejo não é comunicado à família. É o que indica pesquisa do Instituto Datafolha (*), realizada em agosto deste ano, por solicitação do IBRAFIG ? Instituto Brasileiro do Fígado, que mostrou que 7 entre 10 brasileiros têm a intenção de doar órgãos, mas cerca da metade (46%) não avisa a família. Sem o consentimento familiar, não há doação, pela legislação brasileira. A campanha Seja Doador de Órgãos, Avise sua Família é desenvolvida pelo IBRAFIG, em parceria com ABTO ? Associação Brasileira de Transplante de Órgãos, e tem por objetivo incentivar doação de órgãos e diminuir o tempo de espera de pacientes na fila de transplante

Segundo dados do Registro Brasileiro de Transplantes (RBT) da ABTO, cerca de 1.126 pessoas estão na fila de espera por um transplante de fígado e mais de 45 mil pessoas aguardam por um transplante de órgãos sólidos e de tecidos.


"A partir de um único doador, oito vidas podem ser salvas", explica o hepatologista e especialista clínico em transplante Paulo Bittencourt, presidente do IBRAFIG. "Durante os quase dois anos de pandemia, vimos o número de doações por milhão de população cair para valores bem abaixo da meta necessária para reduzir a morbimortalidade das pessoas em fila de espera para transplantes. Por isso, esta campanha é urgente ? sem o consentimento da família, não há doação, mesmo que a intenção do possível doador seja conhecida de todo o seu entorno".



Ainda segundo a pesquisa DATAFOLHA, realizada de 2 a 7 de agosto de 2021, a intenção de doação de órgãos diminui com a idade (79% entre os entrevistados de 18 a 24 anos, versus 55% entre pessoas de 60+), mas aumenta com a escolaridade (56% entre aqueles com ensino fundamental versus 79% dos brasileiros com ensino superior) e com a renda (55% nas classes DE e78%, na classe AB) A região sudeste tem a maior proporção de brasileiros que manifestam desejo de doar (73%), enquanto o Nordeste tem a menor taxa de potenciais doadores (59%). Os homens avisam menos a família e quanto menor o nível de instrução formal, menor a notificação à família. Nordeste e Centro Oeste/Norte lideram são as regiões com menor notificação às famílias, conforme os dados desta pesquisa.




Segundo os especialistas, não há idade limite para ser doador ? a definição final cabe à equipe médica que capta a doação e à equipe responsável pelo transplante.





Doação de Órgãos e COVID - Segundo Registro Brasileiro de Transplantes ? Jan-Julho 2021, editado pela ABTO, o agravamento da pandemia pelo Covid-19 em todo o pai?s acentuou a queda nas taxas de doac?a?o e de transplante, regredindo aos números de 2014 nas taxas de doac?a?o em geral; ate? 2012, nas taxas de transplante de fígado e corac?a?o: 2011, de pulma?o e ate? 2003, na taxa de transplante renal.




Dr. José Huygens Garcia, presidente da ABTO, informa que recentemente tem "ocorrido aumento crescente no número de doações com a defervescência da pandemia em vários estados, mas a taxa de recusa familiar continua alta, mostrando a importância das pessoas compartilharem com seus amigos e familiares sua intenção acerca da doação de órgãos após morte".





A campanha Seja um Doador e Avise a Família, iniciada em setembro ? mês dedicado ao alerta sobre a importância de ser doador - tem parceria do Instituto Brasileiro do Fígado, Sociedade Brasileira de Hepatologia e Associação Brasileira de Transplante de Órgãos além Organizações Não-Governamentais. Material informativo, vídeos sobre doação de órgãos e transplantes, lives e depoimentos podem ser acompanhados pelo site e redes sociais do @tudosobrefigado.







(*) A Pesquisa Doação de Órgãos foi conduzida pelo Instituto Datafolha de forma presencial, por encomenda do IBRAFIG, com 1 976 pessoas com 18 anos ou mais, de 129 municípios, pertencentes a todas as classificações econômicas, conforme critérios do PNAD 2019. A margem de erro máxima para o total da amostra é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, dentro do nível de confiança de 95%.






Referências
https://bvsms.saude.gov br/a-vida-precisa-continuar-27-9-dia-nacional-da-doacao-de-orgaos /
https://site.abto.org br/wp-content/uploads/2021/08/RBT-2021-Semestre-1-Pop_compressed pdf






Foto - https://mma.prnewswire com/media/1635797/campanha_doacao_de_orgaos.jpg




  • Agravamento da pandemia pelo Covid-19 em todo o país acentuou a queda nas taxas de doação e de transplante, regredindo aos números de 2014 nas taxas de doação em geral e ate? 2012, nas taxas de transplante de fígado e corac?a?o

SEM O SIM DA FAMILIA, NÃO HÁ DOAÇÃO
FONTE IBRAFIG - Instituto Brasileiro do Fígado

Comentários para "Pesquisa revela que maioria dos brasileiros tem intenção de doar órgãos, mas não avisa a família":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Projeto promove educação antirracista em Taguatinga, no Distrito Federal

Projeto promove educação antirracista em Taguatinga, no Distrito Federal

‘Cidade Cor’ vai reunir estudantes de 34 escolas para bate-papo e show da cantora Ellen Oléria

'Nada pode me limitar ou definir', diz a modelo com síndrome de Down

'Nada pode me limitar ou definir', diz a modelo com síndrome de Down

O sonho de ser modelo, ela relata, começou aos 16 anos, quando foi internada com meningite bacteriana e ficou dez dias em coma.

Inquérito que investiga loja da Zara por abordagem racista será enviado ao MP

Inquérito que investiga loja da Zara por abordagem racista será enviado ao MP

Segundo as investigações da polícia, o gerente cometeu atitude discriminatória contra a delegada Ana Paula Barroso, que é negra no último dia 14 de setembro.

Campanha da ONU chama atenção para direitos das crianças refugiadas

Campanha da ONU chama atenção para direitos das crianças refugiadas

Quase 1 milhão de crianças nasceram como refugiadas entre 2018 e 2020

Mulher acusada de homofobia em padaria de SP é condenada a indenizar balconista

Mulher acusada de homofobia em padaria de SP é condenada a indenizar balconista

"Ainda que a ré seja incapaz, sobre o que não produziu sequer começo de prova, tal condição não afasta sua responsabilidade pelos prejuízos a que der causa", observou a juíza.

Distribuição de absorventes faz cair evasão escolar

Distribuição de absorventes faz cair evasão escolar

A "pobreza menstrual" era um tema de pouca repercussão na época e não motivava projetos de lei como hoje, a exemplo do vetado nesta semana pelo presidente Jair Bolsonaro. E passava longe de ser associado ao cotidiano de meninas.

Fachin manda União distribuir testes de covid e máscaras N95 entre quilombolas

Fachin manda União distribuir testes de covid e máscaras N95 entre quilombolas

Em decisões anteriores, Fachin já havia determinado à União que apresentasse as medidas sanitárias relativas à covid-19 nas comunidades quilombolas

Coletivo vai mapear cultura LGBTQI+ do Distrito Federal

Coletivo vai mapear cultura LGBTQI+ do Distrito Federal

Prazo para repostas ao mapeamento é até 17 de dezembro - Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Dia Internacional promove educação e maior consciência da não-violência

Dia Internacional promove educação e maior consciência da não-violência

Selo emitido pela Administração Postal da ONU com uma pintura de Mahatma Gandhi de Ferdie Pacheco em Comemoração do Dia Internacional da Não-Violência

ONU quer agir rápido em favor da igualdade de gêneros na liderança global

ONU quer agir rápido em favor da igualdade de gêneros na liderança global

Apenas 18 mulheres discursaram nos debates de alto nível da Assembleia Geral em 2021

Refugiados LGBTQIA+ no Brasil enfrentam discriminação, violência e desemprego

Refugiados LGBTQIA+ no Brasil enfrentam discriminação, violência e desemprego

Refugiados venezuelanos são registrados na Polícia Fedral de Boa Vista para emissão e regularização de documentos.