×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 20 de agosto de 2022

Portugal defende economia azul e tratado dos oceanos em Fórum Político na ONU

Portugal defende economia azul e tratado dos oceanos em Fórum Político na ONU

Foto: ONU/Cia Pak

Marcelo Rebelo de Sousa pediu ainda que haja ainda um compromisso para a proteção de 30% dos mares

Agência Onu News De Noticias - 13/07/2022 - 15:29:21

Presidente Marcelo Rebelo de Sousa também citou onda de calor extremo e o risco de mais incêndios florestais em Portugal, que o impediram de deixar o país; para secretário-geral das Nações Unidas, o mundo enfrenta um “profundo problema” com múltiplas crises que ameaçam a Agenda 2030.

Líderes internacionais participam até esta sexta-feira do Fórum Político de Alto Nível, organizado pelo Conselho Econômico e Social das Nações Unidas, Ecosoc. De forma voluntária, pelo menos 44 países apresentam os relatórios nacionais sobre seu desempenho em relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

O único país de língua portuguesa a falar na manhã desta quarta-feira foi Portugal, com o presidente Marcelo Rebelo de Sousa.

Crise

No primeiro evento presencial após a pandemia, o secretário-geral António Guterres, que também discursou, disse que o tempo se esgota, mas ainda há esperança para cumprir as metas.

Guterres recomenda ainda o investimento nas pessoas dando primazia à educação

UN Photo/Eskinder Debebe

Guterres recomenda ainda o investimento nas pessoas dando primazia à educação

Na ação imediata, ele pede o fim de guerras, uma revolução na área de energia renovável, investimento em pessoas e na construção um novo contrato social.

Guterres ressalta urgência em quatro áreas, priorizando a recuperação da pandemia e o enfrentamento da crise alimentar, energética e financeira. Ele recomenda ainda o investimento nas pessoas dando primazia à educação e a ações climáticas ambiciosas para manter viva a meta de 1.5 grau nesta década.

Incêndios florestais e cancelamento de viagem

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, falou por videoconferência após cancelar a viagem por causa dos incêndios florestais em seu o país.

O chefe de Estado ressaltou que o calor e as condições que propiciam o problema ainda devem prevalecer por vários dias.

Ele destacou como os eventos extremos revelam “a força esmagadora da mudança climática e sua frequência, obrigando a pensar no que se pode fazer melhor”.

Portugal ressaltou que houve avanços para conter a pobreza extrema e melhorar o desempenho nacional em áreas como saúde, educação e igualdade de gênero principalmente no contexto da pandemia.

Guerra na Europa

Rebelo de Sousa destacou que o ensino a distância ajudou a aliviar a crise.

Pelo menos 44 países apresentam os relatórios nacionais sobre seu desempenho em relação aos ODS

ONU/Manuel Elias

Pelo menos 44 países apresentam os relatórios nacionais sobre seu desempenho em relação aos ODS

Ele pediu que a comunidade internacional pense grande, olhe bem à frente, respeite valores e princípios, preste ajuda e atue de forma imediata e conjunta.

O presidente português lembrou que o país acaba de acolher a Conferência dos Oceanos, realizada em Lisboa, como contribuição para a negociação por um tratado global para proteger a biodiversidade marinha em áreas além da jurisdição internacional.

Ele apelou que o entendimento seja ambicioso e sem adiamentos.

Marcelo Rebelo de Sousa pediu ainda que haja ainda um compromisso para a proteção de 30% dos mares com base no respeito à ciência, às necessidades das espécies à proteção de uma porção significativa dos ecossistemas.

Comentários para "Portugal defende economia azul e tratado dos oceanos em Fórum Político na ONU":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
Toffoli chama de 'suicidas' empresários que teriam defendido golpe no WhatsApp

Toffoli chama de 'suicidas' empresários que teriam defendido golpe no WhatsApp

Desigualdade emperrou chegada da vacina contra a Covid-19 em regiões mais pobres do Brasil

Desigualdade emperrou chegada da vacina contra a Covid-19 em regiões mais pobres do Brasil

Número de candidaturas no DF é menor que em 2018

Número de candidaturas no DF é menor que em 2018

“Trabalho para o ACNUR porque acredito no que estou dizendo”

“Trabalho para o ACNUR porque acredito no que estou dizendo”

Vale prevê mais 13 anos para eliminar barragens como Brumadinho

Vale prevê mais 13 anos para eliminar barragens como Brumadinho

STF veta lei mais branda a condenados, mas admite em processos não julgados

STF veta lei mais branda a condenados, mas admite em processos não julgados

Canadian planeja fábrica de US$ 9 bilhões na China para fabricação de polissilício

Canadian planeja fábrica de US$ 9 bilhões na China para fabricação de polissilício

Cochilos diurnos frequentes aumentariam risco de hipertensão e AVC

Cochilos diurnos frequentes aumentariam risco de hipertensão e AVC

Atenção! A Varíola do Macaco é completamente diferente da Covid-19

Atenção! A Varíola do Macaco é completamente diferente da Covid-19

Campanha Agosto Lilás e os 16 anos da Lei Maria da Penha

Campanha Agosto Lilás e os 16 anos da Lei Maria da Penha

Vocês não estão sós: Vitória brasileira no Festival de Locarno tem recado para artistas do país

Vocês não estão sós: Vitória brasileira no Festival de Locarno tem recado para artistas do país

Debate insosso: Correio Braziliense e TV Brasília se esforçaram, mas o elenco não ajudou

Debate insosso: Correio Braziliense e TV Brasília se esforçaram, mas o elenco não ajudou

Justiça Federal cancela liminar e maior porta-aviões do Brasil não poderá voltar ao país

Justiça Federal cancela liminar e maior porta-aviões do Brasil não poderá voltar ao país

RD Congo: Uso de fake news está causando mortes, diz comandante da Missão

RD Congo: Uso de fake news está causando mortes, diz comandante da Missão

Internacionalização do PCC: Como enfrentar o avanço do 'profissionalismo de gestão' da facção?

Internacionalização do PCC: Como enfrentar o avanço do 'profissionalismo de gestão' da facção?

Datafolha: Lula tem 51% dos votos válidos contra 35% de Bolsonaro

Datafolha: Lula tem 51% dos votos válidos contra 35% de Bolsonaro

Adeus aos sacoleiros: O Brasil virou o Paraguai dos paraguaios?

Adeus aos sacoleiros: O Brasil virou o Paraguai dos paraguaios?

“Vandalismo”: Senado aprova projeto que altera área da Floresta Nacional de Brasília

“Vandalismo”: Senado aprova projeto que altera área da Floresta Nacional de Brasília

Para evitar rejeição, candidatos omitem partido na propaganda

Para evitar rejeição, candidatos omitem partido na propaganda

Recenseadores do IBGE denunciam ameaças e violência em entrevistas do Censo 2022

Recenseadores do IBGE denunciam ameaças e violência em entrevistas do Censo 2022

Vereador Gabriel Monteiro é cassado pela Câmara do Rio por quebra de decoro

Vereador Gabriel Monteiro é cassado pela Câmara do Rio por quebra de decoro