×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 02 de julho de 2022

CLDF, GDF e a hipocrisia de suas excelências

CLDF, GDF e a hipocrisia de suas excelênciasFoto:

A vitória de Cristiano Araújo para presidir a Comissão de Assuntos Fundiários poderá desencadear uma guerra sem vencedores

Edson Sombra / Redação - 13/03/2013 - 12:36:07

A recente disputa do comando da CAF entre os poderes Executivo e Legislativo com insinuações mútuas, deixou no ar um cheiro de "mal feito, de falta de confiança e desrespeito entre esses dois poderes do DF”, isso pra não dizermos outra coisa.


A pancadaria verbal que se travou em torno da eleição para a comissão deixou claro um interesse que não deveria existir, se restringir à defesa de apenas dois projetos encaminhados pelo Executivo, o PPCUB e a LUOS, ambos retirados pelo GDF após a eleição de Cristiano Araújo para a presidência da CAF sob o argumento de que “prefere não submetê-los ao clima de insegurança gerado na Câmara Legislativa do Distrito Federal com a nova formatação política das comissões temáticas da Casa”, declaração que só não foi pior do que a atribuída ao distrital Chico Vigilante que ao fazer referência ao resultado da votação e consequente vitória do parlamentar disse em alto e bom som que foi “porque o governo não se sentiu à vontade em deixar pautas tão importantes e significativas para a população de Brasília, nas mãos do novo presidente da CAF, o deputado Cristiano Araújo”. ...


O constrangimento foi sentido por ambos os lados, as acusações e reações habitam o imaginário de todos. O que quiseram dizer Chico Vigilante e o Executivo?

Por sua vez o deputado Cristiano Araújo se defendeu atacando, "se há suspeição então que se aponte os nomes". Ficou ruim para o Legislativo, mas para o Executivo ficou pior, pois a quem acusa cabe o ônus da prova.


Nos bastidores integrantes dos dois poderes destilam suas desconfianças sob o manto do "off" e dizem "que a comissão pode se transformar sim em um grande balcão de negócios para integrantes de ambos os poderes, Executivo e Legislativo, principalmente num ano pré eleitoral". Só não explicam que negócios.


Diante da exposição negativa dos que compõem a CAF, já comenta-se que a comissão foi esvaziada. Aos seus integrantes agora compete o dever de demonstrar que não são somente os projetos do PPCUB e LUOS os que despertam seus interesses, mas que os mesmos são institucionais, republicanos e o que deve prevalecer é o papel fiscalizador da comissão.


Um bom exemplo de fiscalização seria fazer um pente fino em todas as mudanças de destinação de áreas, principalmente as que foram modificadas para permitirem a instalação de postos de gasolina em Taguatinga, Águas Claras, Guará e Santa Maria. Seria salutar enterrar as insinuações de que há irregularidades em algumas delas, verificar se os proprietários destes terrenos por terem sido beneficiados com a valorização recolheram aos cofres do DF a "mais valia" e se não há distorções nos valores avaliados, isso é fácil de fazer.


Poderiam também os integrantes da CAF dentro das suas prerrogativas, verificarem se estão sendo obedecidos os embargos impostos pelas administrações regionais a obras de grandes empreendedores.


Se isso for pouco, que se dignem os membros da CAF a solicitar informações ao MPF e a PF sobre o envolvimento de agentes públicos de órgãos do DF que foram alvo da Operação Perímetro, levada a cabo pela Policia Federal que investiga uma suposta fraude cometida contra o patrimônio territorial do Distrito Federal envolvendo uma grande construtora nacional em uma área conhecida como Fazenda Cana do Reino.


Se os distritais desejarem e dentro das atribuições da CAF, prestarão um grande serviço ao DF, fora disso as insinuações continuarão, as provas não aparecerão e no campo das ilações e do imaginário de todos ficará só uma certeza, a de que existe HIPOCRISIA de ambos os lados.

Comentários para "CLDF, GDF e a hipocrisia de suas excelências":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Reservatórios têm melhor patamar desde 2012, indicam dados do ONS

Reservatórios têm melhor patamar desde 2012, indicam dados do ONS

O controle de vazão teve como foco as bacias do Rio Grande e do Rio Paraná, consideradas a "caixa d'água do Brasil

Brasil é um dos 10 piores países do mundo para se trabalhar, revela pesquisa

Brasil é um dos 10 piores países do mundo para se trabalhar, revela pesquisa

O Brasil ficou na faixa cinco, a pior do ranking, ao lado de Bangladesh, Belarus, Colômbia, Egito, Filipinas, Mianmar, Guatemala e Suazilândia.

Fiocruz alerta que novas pandemias podem surgir de vírus da Amazônia

Fiocruz alerta que novas pandemias podem surgir de vírus da Amazônia

Os locais de maior risco de surtos são as cidades amazônicas remotas junto a áreas de desmatamento.

Cinquenta sem-terra se formam em Medicina Veterinária no RS nesta sexta

Cinquenta sem-terra se formam em Medicina Veterinária no RS nesta sexta

Essa é a terceira turma especial ofertada pelo Programa Pronera, resultado da luta do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

Criminalização e preconceito, a dura realidade das pessoas em situação de rua

Criminalização e preconceito, a dura realidade das pessoas em situação de rua

38,2% da população em situação de vulnerabilidade foram para a rua desde o início da pandemia

Exposição dá visibilidade a mulheres que convivem com doenças raras e deficiência

Exposição dá visibilidade a mulheres que convivem com doenças raras e deficiência

O titular da Secretaria destacou que momentos como este servem para dar luz às necessidades e aos desafios vividos por este público.

Violência faz IBGE buscar apoio da PF para coletar dados na Amazônia

Violência faz IBGE buscar apoio da PF para coletar dados na Amazônia

Mais de 200 mil trabalhadores recrutados pelo IBGE devem ir a campo coletar as informações de cerca de 76 milhões de lares

Brasil é o 89º em ranking da liberdade de expressão medido em 161 países, diz ONG

Brasil é o 89º em ranking da liberdade de expressão medido em 161 países, diz ONG

A queda de braço entre o presidente e o Judiciário também é tomada pela ONG Artigo 19 como um ponto crítico no caso brasileiro

Inovação brasileira para reduzir pobreza menstrual é premiada na Europa

Inovação brasileira para reduzir pobreza menstrual é premiada na Europa

O design que Rafaella criou gerou um produto ambientalmente sustentável, socialmente acessível e economicamente viável

Pará investiga morte e mais 3 casos de 'doença da urina preta'

Pará investiga morte e mais 3 casos de 'doença da urina preta'

Os pacientes apresentaram sintomas como dor muscular e abdominal intensas e urina escura após a ingestão do peixe

Brasil tem 3 entregas voluntárias de crianças para adoção a cada dia

Brasil tem 3 entregas voluntárias de crianças para adoção a cada dia

Dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) mostram que de 2020 a maio deste ano foram registradas 2.734 entregas desse tipo