×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de junho de 2022

Caso Raad: Ministério Público recorre do desmembramento da denúncia

Caso Raad: Ministério Público recorre do desmembramento da denúnciaFoto:

Edson Sombra / Redação - 29/04/2013 - 11:12:00

O processo que envolve o distrital já tem 4 (quatro) volumes e diversos apensos, além da medida cautelar que conta com 7 (sete) volumes. Ao todo já são onze volumes que incluem a investigação policial, a quebra dos sigilos bancário e fiscal, busca e apreensão na residência e no local de trabalho dos investigados, quebra do sigilo dos dados telefônicos e a interceptação telefônica dos terminais dos envolvidos. Provas coletadas apontam para a prática, em tese, dos crimes de contratação ilegal por inobservância das normas relativas à inexigibilidade de licitação, peculato e crime de lavagem de dinheiro. ...


Ao contrário do que se pensa, no Judiciário, o caso caminha, na Câmara Legislativa alguns deputados denunciam que "há a tentativa de abafar o caso, alguns estão sendo pressionados a convencerem os integrantes da Comissão de Ética a entregarem a relatoria do caso ao deputado Olair Francisco. Só não se sabe como fazer isso, uma vez que a escolha do mesmo se dará por sorteio".


Outro parlamentar que não quer ser identificado revela que "o clima na casa não é bom, os amigos de Raad estão aproveitando para livrar a cara dele na comissão, contam com o fato de que a grande mídia não se empolga para cobrir os trabalhos da Comissão de Ética. Ouvi comentários de pessoas do Executivo que advogados estão estudando uma forma de matar todo o trabalho que foi feito pelo Patrício, o caso tem que morrer lá na Comissão. Os escalados para a missão estão dentro da própria Comissão, tire suas conclusões." Pode não parecer, mas o cheiro de pizza volta a exalar de dentro da Câmara Legislativa.


Já no Judiciário, no último dia 25, o Diário da Justiça publicou decisão de 1º de abril da desembargadora Sandra de Santis determinando que a folha penal atualizada de Raad Massouh, conforme requereu o Ministério Publico do DF, fosse juntada aos autos onde já é indiciado desde 15 de setembro de 2011, determina também que a Corregedoria Geral da PCDF instaure inquéritos policiais para apuração de eventuais fraudes às licitações realizadas nos autos 0134-000814/2010 e 0134-0009552010 (apensos I e II), noticiadas no relatório da Seção de Análise Financeira da DECAP, a desembargadora também determinou o desmembramento da denúncia contra os onze denunciados, somente Raad seria julgado pelo Conselho Especial, os demais seriam julgados nas varas criminais comuns. O Ministério Publico já recorreu e aguarda o julgamento do recurso.


A desembargadora relata ter deferido nos autos da Medida Cautelar e da Quebra de Sigilo, as quebras requeridas pelo Ministério Público e determina que os processos que ensejaram as medidas de números: 2011.00.2.018461-6 e 2011.00.2.019757-2 sejam apensados ao processo principal.

O caso que é investigado com empenho e transparência pela Policia Civil, Ministério Público e Tribunal de Justiça do Distrito Federal parece amedrontar alguns políticos da cidade.


Será que os deputados Dr. Michel, Patrício, Joe Valle, Agaciel Maia e Olair Francisco integrantes da Comissão de Ética da Câmara Legislativa se prestarão a esse desserviço e não irão investigar e julgar com isenção a suposta quebra de decoro parlamentar do caso? Será?

Brasília saberá no próximo dia 2 de maio, vamos aguardar.

Comentários para "Caso Raad: Ministério Público recorre do desmembramento da denúncia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Receita Federal alerta sobre fraudes envolvendo regularização do CPF

Receita Federal alerta sobre fraudes envolvendo regularização do CPF

Tratam-se de golpistas que utilizam a imagem do Fisco para dar credibilidade aos golpes, pois os alertas oficiais da Receita não contém links

Passagens aéreas sobem 123% em 12 meses e lideram com as maiores altas

Passagens aéreas sobem 123% em 12 meses e lideram com as maiores altas

Os dados fazem parte da pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 24 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

ANS amplia cobertura de tratamentos de transtornos globais do desenvolvimento

ANS amplia cobertura de tratamentos de transtornos globais do desenvolvimento

A nota técnica que baseia a decisão cita manual do Sistema Único de Saúde

Minas Gerais é campeão na geração de energia solar

Minas Gerais é campeão na geração de energia solar

Estado é líder com mais de 16% da participação nacional

Reconhecimento de firma poderá ser feito on-line

Reconhecimento de firma poderá ser feito on-line

MP dos Cartórios também pretende atuar no processo de modernização com o objetivo de unificar os registros cartorais de todo o país

Passageiros terão de se acostumar com passagens mais caras, diz Iata

Passageiros terão de se acostumar com passagens mais caras, diz Iata

A entidade está realizando nesta semana, no Catar, seu encontro anual.

Brasil começa a tratar energia e sustentabilidade como temas prioritários

Brasil começa a tratar energia e sustentabilidade como temas prioritários

O IPCC também aponta que, nos próximos oito anos, 132 milhões de pessoas (especialmente de países mais vulneráveis, incluindo regiões da América do Sul) podem cair na extrema pobreza.

Turismo fatura R$ 15,4 bi só em março, segundo FecomercioSP

Turismo fatura R$ 15,4 bi só em março, segundo FecomercioSP

Buscas por viagens aumentam no primeiro semestre

Começa a 3ª fase da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal

Começa a 3ª fase da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal

As primeiras visitas aos cidadãos aconteceram em março, no estágio denominado arrolamento, em que agentes comunitários de saúde visitam setores sorteados em busca do público-alvo da sondagem.

Classes B, C, D e E no Brasil têm menos acesso a computadores desde a pandemia

Classes B, C, D e E no Brasil têm menos acesso a computadores desde a pandemia

Pesquisa TIC Domicílios foi divulgada hoje por centro de estudos

Aneel reajusta bandeiras tarifárias em até 64%

Aneel reajusta bandeiras tarifárias em até 64%

Consumidores não pagarão mais porque bandeira está verde