×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de outubro de 2021

Moro receberá ultimato

Moro receberá ultimatoFoto: Pública

Ex-juiz precisa decidir se vai entrar na política e o Podemos precisa traçar seu plano para 2022

Por Matheus Leitão - Veja.com - 22/09/2021 - 11:00:37

Os próximos dias serão decisivos para o futuro de Sergio Moro. Sendo cortejado pelo Podemos e com reuniões marcadas com dirigentes do partido, o ex-juiz terá que decidir se vai entrar na vida política ou não.

No final do mês, Moro vai se encontrar com quatro nomes importantes do Podemos: a presidente do partido, deputada Renata Abreu, e os senadores Álvaro Dias, Oriovisto Guimarães e Flávio Arns.

O objetivo da reunião, segundo a coluna apurou, é dar um ultimato em Moro e fazer duas perguntas fundamentais: em primeiro lugar, o ex-juiz terá que responder se vai entrar na política ou não. Se decidir se tornar político, deverá definir se será candidato à Presidência da República ou se vai tentar emplacar uma carreira como senador.

As opções, caso opte pelo Senado, seriam uma candidatura pelo Paraná ou por São Paulo. Essas são as possibilidades que serão colocadas na mesa para Sergio Moro.

Embora o ex-juiz possa se filiar a um partido até 6 meses antes das eleições de outubro de 2022, o Podemos pretende pressionar por uma resposta de Moro ainda este mês para conseguir se planejar.

Se ele aceitar uma candidatura, a legenda começa a construir um projeto partidário. Os que concordam com Moro permanecem. Os que não concordam, terão liberdade para sair.

Por outro lado, se o ex-juiz decidir não entrar na política, o Podemos precisa colocar em prática o plano B, que envolve escolher uma figura forte para se candidatar à presidência pelo partido.

Entre os nomes que poderiam receber um convite do Podemos estão o do governador Eduardo Leite – num cenário de derrota dele nas prévias do PSDB para João Doria. Há também o nome da senadora Simone Tebet, caso ela não seja avalizada pelo PMDB para se candidatar.

Internamente, o nome de Moro divide opiniões no Podemos. A bancada do Paraná estaria encantada com a possibilidade de ter o nome do ex-juiz como figura estratégica da legenda, mas outros integrantes têm reservas em relação à escolha.

Depois dos excessos cometidos na Lava Jato, falar da operação agora nem sempre é sinônimo de boa repercussão. Além disso, pouco se sabe sobre o que Moro pensa a respeito de outros assuntos que envolvem o país. A única certeza que se tem hoje é que o ex-juiz é “contra a corrupção”. No entanto, suas convicções a respeito da economia e de temas fundamentais como programas sociais, por exemplo, ainda são um mistério.

Se a decisão de Moro for entrar na política e se filiar ao Podemos, ele terá que ir até Brasília e conversar com os demais integrantes do partido. Mas, antes de tudo isso, é preciso saber se o ex-juiz, com a imagem maculada pelos vários excessos da Lava Jato, vai assumir de vez uma postura política e se apresentar como uma terceira via entre Bolsonaro e Lula.


Comentários para "Moro receberá ultimato":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Marcelo Ramos vota contra PEC dos Precatórios e defende pagamento integral aos professores

Marcelo Ramos vota contra PEC dos Precatórios e defende pagamento integral aos professores

Vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, é autor da Lei que destina 60% do Fundef aos profissionais da educação

Fórum de Mulheres da Amazônia Paraense defende o direito ao aborto para as vítimas de estupro

Fórum de Mulheres da Amazônia Paraense defende o direito ao aborto para as vítimas de estupro

Eunice Guedes, do Fórum de Mulheres da Amazônia Paraense, diz ser "importante que Ministério Público tenha levantado a possibilidade de amenizar a portaria cruel"

A ciência brasileira e seus inimigos

A ciência brasileira e seus inimigos

Paulo Guedes debocha dos milhões de miseráveis famélicos, levados a essa condição pela agenda econômica antipovo e antivida

Lançado há 2 anos, programa de Jair Bolsonaro para substituir Mais Médicos nunca abriu edital

Lançado há 2 anos, programa de Jair Bolsonaro para substituir Mais Médicos nunca abriu edital

Joice Hasselmann, Luiz Henrique Mandetta, Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão no lançamento do Médicos pelo Brasil, que ainda não saiu do papel

Quais os motivos e como amenizar impactos de possível greve de caminhoneiros no Brasil?

Quais os motivos e como amenizar impactos de possível greve de caminhoneiros no Brasil?

Caminhoneiros bloqueiam parcialmente a rodovia Castello Branco, em São Paulo, como parte de uma paralisação nacional protestando contra o alto preço do combustível e baixo valor na tabela de fretes

Indígenas Pataxó acusam latifundiário por tentativa de atropelamento no sul da Bahia

Indígenas Pataxó acusam latifundiário por tentativa de atropelamento no sul da Bahia

Segundo os indígenas, a etnia Pataxó ocupa a região há séculos

“É piada”: Caminhoneiros riem de ajuda de R$ 400 para compra de Diesel, anunciado por Bolsonaro

“É piada”: Caminhoneiros riem de ajuda de R$ 400 para compra de Diesel, anunciado por Bolsonaro

Em 2018, Brasil viveu a maior greve de caminhoneiros da sua história

Senado dos EUA nega verba para remoção de quilombolas em Alcântara

Senado dos EUA nega verba para remoção de quilombolas em Alcântara

Centro de Lançamento Espacial de Alcântara (CLA), no Maranhão

Ao completar 18 anos, o Bolsa Família beneficia 44 milhões, mas está prestes a ser desfigurado

Ao completar 18 anos, o Bolsa Família beneficia 44 milhões, mas está prestes a ser desfigurado

De acordo com o IPEA, entre 2003 e 2018 o programa reduziu em 25% a extrema pobreza no Brasil

Dois meses sem receber: Governo não paga bolsa de formação de docentes em universidade do RS

Dois meses sem receber: Governo não paga bolsa de formação de docentes em universidade do RS

Conselho Universitário (Consuni) e Conselho Estratégico (CES) aprovaram duas moções de repúdio ao MEC

Policias de Goiás e do Mato Grosso do Sul apreendem 2,5 toneladas de maconha

Policias de Goiás e do Mato Grosso do Sul apreendem 2,5 toneladas de maconha

A apreensão trouxe prejuízo estimado em R$ 2,5 milhões ao tráfico de drogas.